É importante saber que a solução para muitas doenças que nos acometem hoje, ainda está longe de ser alcançada. A medicina evoluiu muito, mas não consegue ainda resolver muitas doenças.

     Nem os mais avançados centros de medicina do mundo, apesar de tanta evolução nos seus tratamentos contam com recursos para curar algumas doenças e oferecem apenas tratamentos paliativos. A medicina, infelizmente, ainda não consegue resolver uma enxaqueca, refluxo gastroesofágico, fibromialgia, cirrose, enfisema pulmonar, cardiomegalia, as dermatites, endometriose e tantas outras doenças.

     Mas muitas dessas doenças, para as quais a medicina convencional receita quase sempre atenuantes de sintomas e não consegue se quer controlar a  sua evolução, podem se beneficiar muito das terapias naturais, especialmente a Fitoterapia.

 

    Nem a medicina está certo da causa exata da endometriose.

      O tratamento cirúrgico e hormonal da endometriose tem efeitos colaterais desagradáveis ​​e altas taxas de recidiva. A endometriose afeta 10% das mulheres americanas em idade fértil e até 90% das mulheres com infertilidade. É uma das principais causas de infertilidade em mulheres.

Existem remédios naturais  que pode melhorar esta condição e reduzir a dor.

     As ervas são uma maneira de fortalecer e tonificar os sistemas do corpo. Como com qualquer terapia, você deve trabalhar com um herbalista para escolher as mais seguras, mais eficazes antes de iniciar qualquer tratamento. Muitas das ervas têm atividade hormonal e, portanto, podem interferir com medicamentos hormonais. 

 

 

     Os sintomas dolorosos da endometriose podem ser debilitantes. Felizmente, se diagnosticado corretamente, a doença é tratável. Além de tratamentos convencionais, terapias alternativas, como dieta e nutrição, acupuntura e outros tratamentos complementares podem ajudar a gerenciar os sintomas da endometriose.

      As terapias alternativas incluem muitos métodos diferentes. Algumas das terapias mais populares relatados pela comunidade de endometriose incluem ervas medicinais, acupuntura e vários tipos de massagem, exercício, terapia de estimulação nervosa elétrica transcutânea.

 

Abaixo estão algumas das terapias alternativas mais comumente praticadas para ajudar a tratar a endometriose.

Uma dica  a cúrcuma e o gengibre  promove alívio na endometriose

Eu fiz a pesquisa sobre o que os cientistas estão dizendo sobre o uso de cúrcuma para a endometriose. Os resultados foram encorajadores. Quando tratados com curcumina em diferentes concentrações, o número de células endometrióticas reduziram, a taxa de crescimento e a produção de estradiol reduziram.

Seguindo estudos de pesquisa sugerem que a cúrcuma pode servir para ser um potencial agente terapêutico para endometriose.

Estudos comprovam que a cúrcuma e o gengibre tem propriedades anti-inflamatórias , antioxidantes , antitumorais e imunomoduladoras.

Um estudo realizado na China afirma que a curcumina impede o crescimento de endometriose endometrial células, reduzindo a produção de hormônio estradiol.

Um fitoterapeuta pode lhe fornecer uma avaliação mais completa de suas necessidades individuais.

 

     Em experiências populares tive êxito com cremes de ervas no uso intravaginal que ajudaram no controle e em alguns casos na regressão total da endometriose. Mas apesar dos resultados obtidos não consegui despertar o interesse da ciência para realizar os testes científicos. As evidências de eficácias de algumas Fitossubstâncias nesse trabalho que realizei foram surpreendente, inclusive com a promoção de gravidez em várias mulheres. Infelizmente, o creme é eficaz, mas vai ficar engavetado por não encontrar uma universidade que dê andamento nos testes de bioequivalências.

 

Pesquisar no site

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade