Fitoterapia para as doenças do coração

    Um ataque cardíaco pode ser devastador, mas o processo de cicatrização é muitas vezes lento, os tecidos cardíacos lesados tem dificuldade de recuperação. Mas uma pesquisa constata que a Fitoterapia pode acelerar este processo de regeneração.

Pesquisa da Universidade da Escola de Medicina da Carolina do Sul e da Universidade de Guangzhou de Medicina Chinesa da China mostrou que há ervas que tem a capacidade de tratar doenças do coração. Os pesquisadores realizaram uma extensa revisão de estudos que investigou diferentes ervas medicinais e doenças cardíacas.

De fato, estudos contundentes sugerem que uma boa nutrição e a ingestão de algumas Fitossubstâncias podem retardar o envelhecimento dos vasos sanguíneos, mesmo em pessoas que são geneticamente de risco.

    Como vimos as doenças cardiovasculares são as que mais afetam as pessoas, por conta disso, é importante acentuar o uso das Fitossubstâncias que podem ajudar na prevenção e na regeneração:

  • atividade antifibrótica,
  •  previne a restenose,
  •  protege contra a isquemia,
  •  regeneração do miocárdio,
  •  regule o metabolismo lipídico,
  •  diminua a rigidez arterial,
  •  baixe proteína C-reativa alta,
  •  melhora a espessura da artéria,
  •  melhorias no perfil lipídico sérico,
  •  diminuição da espessura da aorta,
  •  diminua a agregação de plaquetas,
  •  previna o espessamento das artérias,
  •  estimula a regeneração do miocárdio,
  •  reduza a progressão da aterosclerose,
  •  diminua e previna a hipertrofia cardíaca,
  •  antitrombótica e os efeitos fibrinolíticos,
  •  evite a diminuição da espessura da aorta,
  •  age como bloqueadora do canal de cálcio,
  •  confira melhorias na função cardiovascular,
  •  pode reduzir a progressão da aterosclerose,
  •  pode proteger contra a insuficiência cardíaca,
  •  tenha efeitos antispamodica e vasodilatadores,
  •  potenciais efeitos de anticoagulação do sangue,
  •  efeitos benéficos sobre marcadores inflamatórios,
  •  regrida a lesão do miocárdio após oclusão da artéria.
  •  tenha a capacidade de estabilizar a placa vulnerável,
  •  tenha um papel protetor em doenças cardiovasculares,
  •  tenha atividades antiespasmódica e broncodilatadoras,
  •  atue como um agente antifibrótico eficaz no miocárdio,
  •  pode exercer ações preventivas contra a aterosclerose,
  •  suprima o espessamento da camada íntima das artérias,
  •  tem um efeito regenerativo sobre o miocárdio infartado,
  •  tenha efeitos benéficos sobre marcadores inflamatórios,
  •  diminuição o desenvolvimento de lesões ateroscleróticas,
  •  efeitos melhorados antisenescência e antiateroscleróticos,
  •  melhorar a permeabilidade da artéria coronária e carótida,
  •  melhora a contração vascular aumentada em aortas diabética,
  •  retardar a progressão da espessura da carótida íntima-média,
  •  seja capaz de proteger o músculo cardíaco de lesão isquêmica,
  •  pode melhorar o potencial de regeneração em tecidos isquêmicos,
  •  eficaz para controlar a inflamação e sobre marcadores inflamatórios,
  •  contribuir para a regeneração da fibra muscular e reparação muscular,
  •  pode ter um papel terapêutico na atenuação da hipertensão pulmonar,
  •  influencie na capacidade de regeneração de tecidos cadíacos e vasculares,
  •  possa ser uma alternativa de tratamento para a aterosclerose prematura,
  •  inverta disfunção vasomotora endotelial em pacientes com doença arterial,
  •  tenha efeito benéfico sobre a progressão de placas ateroscleróticas da carótida,

Há uma série de ensaios clínicos e diversos estudos, que demonstraram evidências e efeito benéfico de várias fitossubstâncias que atuam nas condições clínicas relacionadas acima.

 

         Fitossubstâncias de ervas medicinais, frutas e legumes exercem uma ampla gama de efeitos sobre o coração, incluindo a atividade antioxidante, aumentando a força das contrações do músculo cardíaco, efeito anti-inflamatório sobre as células, retorna o coração ao tamanho normal, impede a agregação de plaquetária, dilata os vasos sanguíneos, Protege o revestimento dos vasos sanguíneos, protege o coração de lesões da restrição do fluxo sanguíneo para os tecidos do coração, tem um efeito antiarrítmico, reduz o efeito lipídico e diminui a pressão arterial (Wang, 2013). Após um ataque cardíaco, as alterações no coração, como o enfraquecimento da parede do coração, mudanças no tamanho da câmara, as dimensões das células, números de células e volume.

       Na fitoterapia, sabe-se por muito tempo que há fitossubstâncias que protege o coração, o fortalece e, se um paciente teve um cardíaco de ataque, recupera-se melhor e mais rápido. Isso foi confirmado em um estudo in vivo de Hwang et al., (2008), que descobriu que uma ervas medicinal marcadamente normalizou o volume da câmara ventricular esquerda após insuficiência cardíaca, aumentou a espessura da parede do coração e reforçou-a, e ajudou o coração a recuperar o seu tamanho com o uso dos extratos, chás e tinturas das folhas, flores e bagas da mesma.

 

As Fitossubstâncias foram avaliadas para as seguintes ações farmacológicas:

Antiangiogênica              137       

Antiaterogênica              39

Anticolesteroide             264

Anti-hipertensiva           164       

Antiplaquetas                  38

Antitrombótica               24

Bloqueadora de canais de cálcio 23     

Cardioprotetora             409       

Cardiovasculares           24

Diuréticas                          11         

Fibrinolítica                     6

Hipolipidemica               265       

Inibidores de Enzimas Conversoras de Angiotensina  16         

Inibidores do Fator de Crescimento Endotelial Vascular 61

Neocardiogênica            7

Regeneradora                  28         

Vasodilatadora                74         

Vasoprotetora                 9

Obs: os números ao lado da palavra refere ao número  de fitossubstâncias naturais avaliadas e foi confirmadas para as ações farmacológicas mencionadas.

        É importante acentuar no hábito alimentar diário o uso das plantas medicinais, alimentares e as fitossubstâncias que tiveram suas eficácias antiplaquetária, antitrombótica, vasodilatadora, antihipertensiva, antiaterogênica, anticoagulante e anti-inflamatórias confirmadas. Há  vários estudos que indicam evidências de eficácias de Fitossubstâncias  com as ações acima relacionadas.

A lista das fitossubstâncias com essas acões farmacológicas acima mencionadas, bem como os links das evidências científicas dos respectivos estudos, já estão disponíveis apenas para os alunos do curso de Fitoterapia online e dos colaboradores financeiros do site tiaxica.com

 

O coração é mais do que uma bomba

     Todos nós fomos ensinados que o coração bombeia o sangue através do sistema circulatório. A pesquisa moderna mostra que o coração não é simplesmente uma bomba forte o suficiente para mover o sangue através das dezenas de milhares de quilômetros de vasos sanguíneos no corpo.

     Felizmente, fui capaz de expandir a minha compreensão das ervas que trabalham para o coração e no coração ao longo dos últimos anos. Infelizmente, uma grande porcentagem de remédios cardíacos pouco podem fazer para evitar a progressão das doenças cardíacas. No entanto, tenho me beneficiado da minha pesquisa e vou compartilhar o que eu aprendi com você por meio desse Guia – Ervas medicinais para a saúde do coração.

       Eu não espero que você seja capaz de encontrar ou usar todos essas fitossubstâncias, mas espero expandir sua consciência de que a natureza nos forneceu inúmeros recursos para vários problemas cardíacos. Espero as pessoas se tornam conscientes de que existem mais opções.

 

Como parar de atacar o coração

        Há uma referência no Novo Testamento, onde Jesus disse que nos últimos dias os corações dos homens "falhariam". Eu digo que nosso coração falha porque atacamo-o. Nós o atacamo suprimindo e negando as mensagens que nosso coração nos está enviando - isto é, os sinais e sintomas de que ele esta sendo atacado.

 

        Neste Guia, você vai descobrir que a saúde cardiovascular é possível e doença cardíaca é mesmo reversível! Informações sobre a doença cardíaca naturalmente reversa pode ser chocante para alguns, mas os segredos de saúde cardiovasculares revelados nesta série também poderia abrir os olhos para um mundo totalmente novo de como alguns recursos naturais pode ajudar a curar até mesmo as condições de saúde mais terríveis.

          Olhando para a anatomia básica e fisiologia do coração ganhamos um privilégio único na compreensão dos sintomas de doença cardíaca. Conseguimos avaliar essa perspectiva. Uma vez que compreendemos a base subjacente dos tratamentos médicos usados ​​para corrigir a doença cardíaca, podemos tomar decisões informadas sobre qual desses tratamentos alternativos de saúde e medicamentos realmente fazem sentido para os sintomas da doença cardíaca ... e, mais importante, quais alternativas podem realmente funcionar para melhorar sua saúde cardiovascular.

 

Uso de produtos fitoterápicos e potenciais interações em pacientes com doenças cardiovasculares.

       No Brasil não tenho dados desse consumo. Nos Estados Unidos, mais de 15 milhões de pessoas consomem remédios à base de plantas. Segundo estatística, o número de visitas aos provedores de medicina complementar alternativa ultrapassa os de médicos de atenção primária, com custos anuais de $ 30 bilhões.

       O uso de produtos à base de plantas forma a maior parte dos tratamentos, particularmente por pessoas idosas, que também consomem vários medicamentos de uso contínuo prescritos para suas doenças, o que aumenta o risco de interação medicamentosa.

Neste guia, destacamos ervas e suas interações com drogas cardiovasculares.

Também discutimos questões relacionadas à formas de uso e sugerimos maneiras de melhorar sua segurança para melhor proteger o público de efeitos indesejáveis.

 

 

Uso de terapias complementares em pacientes com doença cardiovascular.

      Estatísticas mostraram que os pacientes com condições médicas crônicas usam a medicina complementar e alternativa em uma taxa mais elevada do que a população em geral. A terapia mais utilizada foi plantas medicinai em média 18% das pessoas usam.

 

Pesquisar no site

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade