A agregação de cristal e retenção são eventos críticos na formação de cálculos renais. Geralmente existem cinco tipos diferentes de pedras dos quais o oxalato de cálcio é o mais comum (80%), estruvite pedra (10%), pedra de ácido úrico (9%) e 1% é devido à cistina e urato de amônio (Coe et al. 2005).

 

Esse é mais um dos males, cujo controle e solução esta na cozinha e só tem quem não sabe se cuidar, ou melhor não sabe se alimentar.
 
    A regra é clara se come o veneno simultaneamente use o antídoto.  Se comer alimento carregado de substâncias que geram as pedras, coma o alimento que eliminem -as ou que evitem que elas se formem. Mais uma vez digo, é preciso saber se alimentar, pois o alimento pode conter tanto substância benéfica (a que contribui para a prevenção e cura de doenças), bem como a maléfica (a que contribui para causar doenças)
 
A ciência da alimentação tem provado por meio das pesquisas e de estudos, a existência da relação entre a doença e a alimentação.
 
É possível evitar a formação das pedras por meio da alimentação e com uso de chás?
 
    Alimentação é uma das principais armas contra os altos níveis de elementos que originam as pedras. Para controlar a formação das pedras exige se um hábito alimentar correto e o uso regular de substâncias que as eliminem.

 

Uma combinação de chás, sucos de frutas e vegetais, apresentam efeito tanto na dissolução, na prevenção e como controle da urolitíase ao dissolver as pedras nos rins.

As pessoas que seguiram nosso protocolo tiveram redução do tamanho de pedra nos rins. Houve caso de pedras com 26 milimetro que reduziu em 3 semanas para 13 milimetro.

      A manutenção de um equilíbrio mineral entre o cálcio, sódio, magnésio e potássio, é importante, e desequilíbrios combinados com uma alimentação rica em proteínas animais tem sido atribuída a um aumento dos níveis de ácido úrico, ácido oxálico e as pedras nos rins, na bexiga e subsequente na vesícula.  Além disso, um estado crônico de pouca ingestão de água pode contribuir para a formação de pedras nos rins.

 

     O programa de tratamento é elaborado de acordo com o quadro clínico. Nele, instrui se o uso de um suco, uma salada e um chá medicinais que vai dissolver os cálculos.  Nesse programa, a pessoa descobre alimentos que até então ignorados ou evitados, que vão ajudar  a dissolver os cálculos.

 

Pesquisar no site

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade