A próstata

       Na hiperplasia prostática benigna, ou HPB, a próstata incha e pressiona contra a uretra, restringindo o fluxo de urina e enfraquecendo a bexiga, de modo que ela apenas parcialmente esvazia. 

O declínio da função da bexiga e da obstrução uretral causa sintomas de hiperplasia prostática benigna, aumento da frequência urinária, micção noturna (noctúria), maior desejo de urinar, fluxo de urina fraco ou micção difícil ou intermitente.

Informe o seu médico se tiver algum destes sintomas. A hiperplasia benigna da próstata raramente ameaça a vida, mas pode resultar em danos na bexiga e nos rins, cálculos na bexiga e infecções do trato urinário. 

 A próstata é uma glândula do tamanho de uma noz que faz parte dos órgãos sexuais de um homem. A próstata envolve a uretra, o tubo que transporta a urina para fora do corpo quando você urina. Localiza-se logo abaixo da bexiga e com a idade, a próstata tende a se ampliar. 

        Esta condição é comumente referida simplesmente como "uma próstata aumentada". O termo médico para uma próstata aumentada é a hiperplasia prostática benigna. O uso da palavra benigna é significativo - indica que a condição não é fatal, em contraste com o câncer de próstata, o problema da próstata que ouvimos mais com frequência. A próstata alargada é um problema cada vez mais comum à medida que o homem envelhece. 

     A hiperplasia benigna de próstata atinge homens com mais de 50 anos. Urologistas alertam que, depois dos 50 anos de idade, todo homem vai desenvolver o crescimento da próstata, uns mais rápido, outros mais devagar.


    Na maioria dos homens a próstata aumenta à medida que envelhecem. Por conta disso é considerado um processo esperado do envelhecimento masculino. Segundo a medicina é uma patologia que todos os homens sofrerão ao longo da vida. Essa condição clínica passará a constar nos exames dos homens a partir de certas faixas etárias. Podemos dizer, portanto, que a hiperplasia prostática benigna é como cabelo branco, quanto mais o homem envelhece, maior é a chance de tê-lo. Isso faz com que seja um dos problemas de saúde mais comuns para os homens mais velhos. A hiperplasia prostática benigna é causada pelo aumento da glândula prostática a ponto de começar a comprimir a uretra, o que retarda ou bloqueia o fluxo de urina.
 
       Uma peça tão pequena, que pesa apenas 15 g, mas causa muita preocupação nos homens e na medicina. Este crescimento cria dificuldade para se expelir a urina. Nos casos mais extremos pode levar ao uso de sonda ou a indesejável cirurgia.
       Os recursos da medicina ainda são muito limitados para esses casos. Até o momento, a terapêutica medicamentosa que inclui várias opções só amenizam os sintomas e não solucionam o aumento do volume da próstata.

Estima-se que:

  • 50% dos homens com mais de 50 anos apresentam sinais de aumento da próstata
  • Com a idade de 70 anos, cerca de 80% dos homens têm uma próstata aumentada
  •          Se você está experimentando os sintomas descritos nesta página e pensa que tem uma glândula prostática aumentada, a próxima coisa que deve fazer é ter o diagnóstico confirmado pelo seu médico. Esta visita deve ser urgente, como na maioria dos casos, um diagnóstico pode ser feito sobre a sua história clínica e os sintomas.

 

 

       Geralmente começa como uma hiperplasia micronodular simples com um aumento nodular macroscópico subsequente que pode resultar em obstrução da saída da bexiga e desenvolvimento de sintomas do trato urinário inferiorÀ medida que a próstata aumenta, ela contrai a uretra, induzindo vários sintomas, tais como: fluxo urinário fraco, esvaziamento incompleto da bexiga, noctúria, disúria e obstrução da saída da bexiga. 

Sintomas de uma próstata aumentada

     Embora uma próstata aumentada não seja em si mesma uma condição potencialmente fatal, pode dar origem a uma série de sintomas inconvenientes que, se suficientemente graves, podem afetar sua saúde e qualidade de vida. À medida que a próstata aumenta, pressiona contra a bexiga e interfere com a maneira como ela funciona. Isso dá origem a uma série de sintomas relacionados à função da bexiga e urina. Os mais comuns são:

  • Frequência urinária. Urgência
  • Nocturia (frequência anormal da micção noturna) Tendo que acordar de noite para um xixi
  • Diminuição e força intermitente do fluxo. Fluxo fraco de urina 
  •  A necessidade de passar a urina com mais frequência
  •     Se você está experimentando os sintomas descritos nesta página e pensa que tem uma glândula prostática aumentada, a próxima coisa que deve fazer é ter o diagnóstico confirmado pelo seu médico. Esta visita deve ser urgente, como na maioria dos casos, um diagnóstico pode ser feito sobre a sua história clínica e os sintomas.

 

 

        Até o momento, a terapêutica medicamentosa inclui algumas opções que só amenizam os sintomas, não controla e nem soluciona o aumento da próstata. Sem contar que a medicação para tratar a hiperplasia prostática benigna causa disfunção erétil (impotência).  A hiperplasia prostática benigna é uma doença progressiva e os medicamentos não conseguem conter o aumento, apenas auxilia na passagem da urina.

         Esta na hora de exigir mais pesquisa nesse seguimento também, pois os homens não têm opção terapeuta menos radical e menos agressiva e arcam com os efeitos adversos dos procedimentos. Os recursos da medicina ainda são muito limitados para a hiperplasia benigna da próstata e para a disfunção erétil (impotência).

 

A terapia atual tem sido paliativa e penosa para os homens, deixando–os entre a cruz e a espada. Se não tomar o medicamento não consegue fazer xixi e pode ocorrer a obstrução mecânica da urina, se tomar não consegue ter ereção.

A terapia proposta até o momento pela medicina confessa explicitamente a ignorância da urologia sobre as causas ou cura de uma doença que supostamente pretendem superar.

 

       Nem os combatentes (médicos urologistas) ou vítimas (homens com HPB) podem fazer muito neste sentido, porque não se tem pesquisado a causa desse aumento, simplesmente foi aceito como uma pré-condição do envelhecer. 

 

É importante saber que uma solução para a hiperplasia benigna da próstata sem dano, ainda está longe de ser alcançada.

    E mesmo porque nem os mais avançados centros de medicina do mundo, apesar de tanta evolução nos seus tratamentos contam com recursos para resolver a hiperplasia benigna da próstata e oferecem apenas tratamentos paliativos.

A medicina evoluiu muito, mas não consegue ainda resolver muitas doenças.

 

         Se, é um problema que todo homem vai ter não deveria ser o homem o maior interessado nesse tratamento? Afinal, é ele que passa pelos transtorno dos sintomas e sofre os efeitos indesejáveis dos tratamentos. Estima-se que há 18 milhões de homens com hiperplasia benigna da próstata no Brasil.

 

 Próstata apertando a uretra

 

Próstata apertando a uretra, faz obstração, leva ao uso da sonda

 

 

Hiperplasia benigna da próstata: não deixe ser um fardo

   Milhões de homens enfrentam problemas de próstata, com tratamento com drogas e cirurgia muitas vezes agravando seus problemas.

      Embora esses medicamentos e recursos convencionais tenham, em parte, sido eficazes para o controle dos transtornos e dos sintomas no tratamento da HPB, além de não  diminuir a próstata, os efeitos adversos associados a eles, desde impotência e ginecomastia a hipotensão ortostática, ejaculação anormal, entre outros, levaram a uma busca crescente por recursos alternativos de tratamento desse transtorno.

 A tendência, então, é aumentar a busca por recursos alternativos de manejo.

    Embora alguns estudos não declare enfaticamente que os polifenóis dietéticos poderiam ajudar as terapias existentes no manejo da HBP, sugere a promessa que alguns polifenóis têm capacidade de ajudar no manejo da HPB, que poderia ser explorada.

 A eficácia dos remédios naturais está em debate, muitos pacientes afirmam que esses tratamentos foram benéficos para eles, enquanto muitos médicos afirmam que não são muito usados ​​e que os pacientes têm falsas esperanças.

Curas naturais para a hiperplasia  da próstata ainda estão sendo debatidas entre médicos e pacientes, em relação à sua eficácia e capacidade de ajudar. Mas  discutir o tratamento, incluindo as vantagens ou desvantagens de usar esses tratamentos em conjunto com os  tratamentos médicos é extremamente importante.

 

 

         Existe um tratamento eficaz por meio de uma fórmula que ainda não foi avaliada cientificamente, mas têm auxiliado na melhora dos sintomas e na diminuição do tamanho da próstata. Por conta dos resultados obtidos, quero que a fórmula desenvolvida por passe pelo teste de Bioequivalência (testes científico).

       Enquanto negligenciam e ignoram essa fórmula milhões de homens ainda hoje continuam sofrendo ou tendo sua próstata mutiladas por conta de intervenções e procedimentos ineficazes. Lembrando este tratamento desenvolvido que ajuda na diminuição da próstata está engavetado.    

 

Contato

adona.xica@gmail.com



Atenção: Segunda à sexta-feira das 9 hs às 12 hs, de 13 hs às 17 horas.

Não atendo no sábado, domingo e nem a noite. Recebemos centenas de WhatsApp
por dia e respondemos por ordem de chegada. Não passamos tratamento pelo WhatsApp

41 - 9 9806 5553 WhatsApp
Código do Brasil 55

Pesquisar no site

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade