Fitoterapia pode curar doenças dos olhos que levam a cegueira?
Sim. Este crôche foi feito por uma jovem que não enxergava mais. Com ajuda da Fitoterapia melhorou a visão. Retinite pigmentosa ou retinose pigmentar é uma doença que causa cegueira e não há tratamento eficaz para essa condição.

<><><><><>

A Fitoterapia pode ajudar a melhorar enfisema pulmonar?
A Fitoterapia pode regenerar o pulmão com sarcoidose?
A Fitoterapia pode ajudar a bronquite e asma?
Sim, pode.
Na medicina ainda não existe cura para a bronquite, a sarcoidose, o enfisema, a asma, a fibrose.
> A Fitoterapia pode promover melhora rápida da sarcoidose, do enfisema, da bronquite, da fibrose e outras doenças graves que afetam o pulmão, mas, e principalmente, se só ocorrece o controle  dos danos e a evolução da doença e a melhora dos sintomas e evitar os frequentes internamentos, "daríamos por satisfeitos" por poder por meio da Fitoterapia controlar e evitar o agravamento das doenças pulmonares, que, infelizmente, até o momento não há um tratamento na medicina convencional que seja eficaz.
     É impressionante a felicidade que experimentam os pacientes quando sustentam uma grande melhora dos sintomas e se livram da bombinha ou do aparelho de oxigênio ou dos constantes internamentos. Mas o mais impressionante é ver, na maioria dos casos, a restauração da função pulmonar.
>>>>>>>>

Fitoterapia no AVC Isquêmico: desafios e perspectivas.
Avanços na fitoterapia para tratamento de lesão cerebral isquêmica
Potencial terapêutico de fitoterápicos na isquemia cerebral.
Compostos naturais de ervas medicinais no tratamento de lesão de isquemia/reperfusão cerebral
Confirmação de potenciais efeitos neuroprotetores de compostos de ervas medicinais no tratamento de isquemia cerebral.
Progresso no efeito protetor de compostos de ervas medicinais na isquemia cerebral
Avanço dos estudos experimentais sobre o efeito protetor dos extratos herbais na isquemia cerebral.
  Na última década, houve um grande progresso na identificação de compostos ativos de ervas com propriedades de agir na inflamação pós-isquêmica para neuroproteção. A anti-inflamação é uma importante estratégia terapêutica para o derrame AVC. Agir na via inflamatória dos tecidos lesados após acidente vascular cerebral, desde a oclusão inicial da artéria até o reparo cerebral com os ingredientes ativos de plantas medicinais com efeitos anti-inflamatórios e neuroprotetores como agentes terapêuticos para acidente vascular cerebral isquêmico é de suma importância.
   Cada vez mais atenção tem sido focada na neuroproteção de compostos naturais de ervas medicinais. A isquemia cerebral é um processo patológico complexo que envolve uma série de mecanismos. Compostos naturais com efeitos de antioxidação, anti-inflamação, antagonização de cálcio, antiapoptose e regulação neurofuncional exibem efeitos preventivos ou terapêuticos em lesão cerebral isquêmica experimental. De acordo com os mecanismos farmacológicos subjacentes à neuroproteção por meio das ervas medicinais  que apresentam efeitos protetores na lesão cerebral isquêmica são os alvos promissores.
>>>>>>>
  Fitoterapia reduz aumento benigno da próstata (HPB)?
 Sim.  A Hiperplasia prostática afeta mais de 14 milhões de homens. É uma doença que todo homem vai ter e começa a se desenvolver aos 40 anos, mas é perceptível após os 50.

<><><><><><>

Fitoterapia recupera cirrose?
  Não há muitos remédios na farmacêutica convencional para o tratamento de doenças como hepatite, cirrose, esteatose, lesão hepática por toxinas. No entanto, substancias provenientes de diversas plantas foram utilizados para tratar doenças do fígado. Os ensaios farmacológicos e clínicos demonstraram os efeitos benéficos de várias fitossubstâncias. Um dos compostos efetivos utilizados é a Silimarina, extraído de Silybum marianum, que é usado para vários distúrbios hepáticos, em particular para evitar a toxicidade grave da ingestão de substâncias nocivas. Outras plantas também estão sendo estudadas e segundo os estudos ajudam na recuperação em diversas doenças hepáticas.
     Há muitas  centenas de casos de pessoas com cirrose que foram desenganadas, algumas em fase muito grave, cujos indivíduos teriam poucos dias de vida, no entanto, ocorreu a recuperação com o uso de plantas que ainda não foram estudadas. Nesses casos "incuráveis" logrou-se êxito, proporcionou melhora, alívio e até cura, prevaleceu o saber popular, que mesmo sem fundamentação científica tem resolvido o que o tão valorizado saber científico ainda não consegue resolver.
>>>>>
A pílula azul é apenas uma gambiarra
>> A pílula azul nada mais é do que uma gambiarra. Para manter a função vascular saudável e, por sua vez, a função erétil normal, considere a Fitoterapia que amplamente age em todos os fatores causadores de impotência corrigindo e prevenindo.
>> É aconselhável usar recursos que visa corrigir o ou os problemas  que estão prejudicando a ereção. >>Embora a disfunção erétil possa parecer um problema grande por si só, com ajuda da Fitoterapia é fácil de resolver os problemas causadores. A Fitoterapia oferece de forma ampla os meios para recuperar a vitalidade e tratar o que esta causando a disfunção ou a falta desejo.
>>>>>>>
    E, se o alivio do enjoo causado pela quimioterapia estiver num sorvete, em potinho de mousse ou num delicioso copo de suco?

     O meu objetivo ao elaborar as receitas foi introduzir as plantas que contam com evidencias cientificas para ajudar no controle dos enjoos, por exemplo, mas que também possam atuar como um complemento alimentar, nutrindo esses pacientes que muitas vezes não conseguem se alimentar devido aos efeitos colaterais do tratamento que incluem enjoos, falta de apetite, queda de plaquetas e aftas que podem aparecer na boca.
Porque colocar num sorvete ou em uma sobremesa? Simplesmente, para tornar mais atrativo e mais palatável.

<><><><><>

 A solução de muitas doenças esta nas plantas medicinais.
  As ervas medicinais oferecidas pela Fitoterapia são fontes valiosas para uso no tratamento de várias doenças. Elas dão resultados até em doenças nas quais não há nada mais a fazer. Milhares de pessoas continuam sofrendo e até morrendo por ignorar, ou por não saber que existe esse recurso. Essas pessoas desconhecem que a solução de muitas doenças esta nas plantas medicinais.
  Atualmente, milhares de estudos mostram que muitos medicamentos de ervas são muito superiores à maioria dos medicamentos sintéticos usados para as condições crônicas de saúde que milhões de pessoas sofrem. Se você deseja expandir seus horizontes e descobrir soluções baseadas em evidências e fatos para o que está afligindo você ou um membro da família, há uma série de Fitossubstâncias comprovadas.
   Como as intervenções nutricionais e de estilo de vida, às vezes, podem superar os comprimidos prescritos e outras abordagens farmacêuticas e cirúrgicas para ajudar a prevenir e reverter doenças, liberando-nos para uma vida mais saudável.
 <><><><><

 Porque se morre de infarto?
    Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia mais de 300 mil mortes ocorrem por ano no Brasil devido a doenças cardiovasculares. Elas incluem a doença isquêmica do coração, que é o infarto agudo do miocárdio, e as doenças cerebrovasculares, os chamados acidentes vasculares cerebrais (AVC).
Podemos fazer alguma coisa para evitar?
O que podemos fazer?
Pessoas de 40, 50 anos com artérias de 70 anos.
Como esta as artérias dos brasileiros?
 Como esta as suas artérias?
 Segundo o médico cardiologista Dr. Esselstyn, nem remédios e nem cirurgias curam problemas cardíacos, mas a alimentação correta pode não só evitar o bisturi, como reverter ou prevenir doença cardíaca.
Há muitas ervas que são eficazes para doenças cardiovasculares.

No guia Fitoterapia para doenças cardiovasculares, disponível para alunos e assinantes do site, conto a história de pacientes que fizeram uso de ervas medicinais, venceram problemas cardíacos, evitaram cirurgias e até transplantes. O Guia agrupa pesquisas, evidências e informações importantes para a saúde do coração. Ele foi projetado para fornecer as alternativas naturais que agem no controle dos agentes causadores das doenças cardiovasculares de forma segura.

<><><><><>

Posso chegar aos 100 anos com saúde?
Podemos envelhecer sem degenerar?
Posso prevenir as doenças que vem com a idade?
Podemos manter a vitalidade até os 100 anos?
O que pode ajudar a reduzir alguns danos do envelhecimento?
“Teme a velhice, porque ela nunca vem só″, pontificava o filósofo grego Platão no século IV a.C.
   Quando mais envelhecemos, mais precisamos ter o que fazer. Os danos do envelhecer chega tão depressa para os que vão ao seu encontro. Devemos colocar rédeas no envelhecimento e forçá-lo a desacelerar, ou deixar que acelere a galope? Se pretende viver muitos anos, saiba que há coisas que fazemos que podem tirar anos de vida, bem como há aquelas que podem ajudar a ganhar alguns anos a mais.

<><><><><><>

Quando o médico desacredita a Fitoterapia
  A ideia de que a Fitoterapia não funciona ainda é martelada pela grande mídia e por médicos que mesmo sem conhecer tentam desacreditar a Fitoterapia. Mesmo aqueles que apoiam a chamada medicina natural, a ideia de que a Fitoterapia não é cientificamente provada parece ressoar entre esses ignorantes. >> A noção de que o medicamento de ervas não só funciona, mas é altamente eficaz, parece absurda à primeira vista, principalmente à luz em que é apresentada.
   Um mergulho profundo nas publicações da
Pubmed prova o contrário. Existem milhares de estudos mostrando as evidências de eficácia de muitas centenas de plantas e de outras centenas de Fitossubstâncias, mas a indústria farmacêutica, bem como a maioria na medicina e a mídia sustentam como base para suas narrativas que as ervas ou os remédios feitos delas só servem para tratar doenças simples.
Por que?
     A medicina convencional tem ignorado e muitas vezes combatido a Fitoterapia desde então, principalmente em épocas em que era muito mais popular que a alopatia.
     Os medicamentos fitoterápicos são baratos de produzir, não podem ser patenteados e são fáceis de replicar, portanto, é aparentemente impossível alcançar níveis de lucro altíssimo com medicamentos fitoterápicos que as empresas farmacêuticas estão acostumadas a ganhar hoje. Assim, parecem ver a
Fitoterapia como uma ameaça aos seus lucros e continuidade da sua existência.
      Gostaria de afirmar que a
Fitoterapia, a medicina convencional e outras formas da medicina tradicional podem coabitar no mesmo espaço e enriquecer a eficácia uma da outra no mundo real, pois ambas tem o seu valor.
     Mas como podemos avançar nas políticas públicas de saúde e nos tratamentos adequados quando a própria "base de evidências" é, ás vezes, tendenciosa e influenciada pelos lucros? Sem contar que o financiamento para pesquisas em medicina natural é quase inexistente. Então, o que fazemos quando nossas instituições públicas, criadas para nos ajudar e defender a verdade, não podem mais ser invocadas, pois nossos formuladores de políticas públicas de saúde parecem também estar a serviço da grande indústria. Na prática, vemos que descartam muito convenientemente alguns dos melhores e mais confiáveis ​​estudos que mostram o que a
Fitoterapia tem a oferecer.
   A medicina avança mais devagar do que poderia porque não estão dispostos a investigar a ciência por trás dos tratamentos aceitos. Às vezes, há motivos insuficientes ou mal informados. Às vezes, há muita influência de interesses políticos ou monetários. Novos estudos precisam ser avaliados cuidadosamente por métodos científicos e usados ​​para informar os médicos sobre mudanças em antigas suposições e novas possibilidades que comprovadamente melhoram as taxas de cura e sobrevivência dos pacientes.

   Este site mostra por que certos tratamentos são úteis e quando eles não são os melhores para pacientes específicos. Novas descobertas são relatadas e suas aplicações discutidas de uma maneira razoável e clara que deve ser facilmente compreendida por leigos.
  Muitos das ervas e fitossubstâncias discutidas e as mudanças sugeridas podem ser aplicados por qualquer pessoa sem interferir com outros tratamentos e ainda acrescentam muito à saúde do paciente.
<><><><><>
O alcance e a gravidade das doenças que as plantas podem curar é impressionante e o grau de eficácia é ainda mais surpreendente.
  Pelo fato de curar doenças que a medicina e a medicação moderna, infelizmente, ainda não conseguem resolver, elas podem e devem ser utilizada, junto à terapêutica convencional ou quando não se obtêm desta os resultados esperados. A
Fitoterapia é para pessoas que questionam o status quo e desejam ganhar mais saúde, aprendendo sobre alternativas aos remédios (drogas) prescritos pela medicina. Ela pode ser edificante para aqueles a quem foi dito que não há esperança para sua condição.
  A cura e a prevenção de todas as doenças que os médicos nunca aprenderam esta na Fitoterapia. É uma pena que os médicos não aprendam fitoterapia, porque haveria muito menos pessoas doentes.
><><><><><>
 As ervas e as plantas medicinais resolvem doenças que o tratamento médico convencional ainda não consegue resolver e têm surpreendido com resultados para doenças pelas quais não há nada mais a fazer.
 Elas são tão eficazes quanto os remédios alopáticos, às vezes, até mais e tem surpreendido por apresentar resultados até em doenças tidas como incuráveis. Esperançosamente, as discussões detalhadas de histórias de casos irão convencer alguns médicos independentes a oferecer algumas dessas terapias a seus pacientes.
  O maior obstáculo é o preconceito que privilegia procedimentos e medicamentos, versus ervas medicinais. As pessoas acham que isso é muito simples e muito barato para realmente funcionar. A Fitoterapia oferece diferentes medidas preventivas e curativas para enfrentar os problemas aos quais todos somos vulneráveis. 
<><><><><><>
    Há doenças que podem ser curadas apenas com a Fitoterapia (erva medicinal), portanto, ela substitui sim, alguns tratamento  alopático. E há doenças as quais a Fitoterapia pode ser o tratamento principal. E aquelas doenças nas quais a Fitoterapia pode ser usada como coadjuvante do tratamento principal e aquelas que a Fitoterapia vai auxiliar conjuntamente as outras abordagens terapêuticas.
  É imperativo que os médicos se tornem mais conscientes da vasta gama de evidências disponíveis, além de aprender mais sobre os efeitos benéficos das plantas medicinais.
<><><><><>

Evolução ou retrocesso?
  Nos últimos anos, a ciência, por meio da medicina, da biologia e da engenharia genética fizeram descobertas inimagináveis. Temos vários exemplos: os transplantes de órgãos, fertilização in vitro e etc. Mas uma pergunta precisa ser feita mediante tudo isso: o que se chama de evolução da ciência, da biologia e tecnologia, no que toca a eficácia de um tratamento, de fato, é uma evolução ou é um retrocesso?
 Aqui não se trata de ser contra o avanço da ciência, da tecnologia, mas sim a necessidade de um questionamento do como ela está super valorizada. Deve-se reconhecer seus benefícios, porém, sem jamais fechar os olhos para os recursos naturais que em algumas condições são até mais eficazes e até tem efeito muito mais rápido do que os métodos modernos.
  Muito se tem falado de avanço, a ciência tem progredido. A palavra avanço indica caminhar para frente. Partindo do significado da palavra, o que muitos estão chamando de avanço da ciência, da tecnologia, da biologia, nada mais é do que um regresso, quando se menospreza recursos que foram muito eficazes. Alguns recursos avançados demoram muito mais para promover um alivio de uma dor do que os recursos antigos que minha vó sempre se valeu deles.
  Quando éramos acometidos de dor de ouvido ou garganta era feito gargarejo e uma cataplasma que em poucos minutos aliviava a dor, infelizmente, a mãe moderna corre para o médico e vem com a mão cheia de remédio, que além de demorar para fazer efeito e prolongar o sofrimento, põe a vida do filho aos riscos dos efeitos colaterais.
  É direito de cada um buscar o seu caminho. Mas que não menosprezem o que sempre funcionou para aderir as ideias tidas como científicas e modernas.
<><><><><>
 Há uma gama de fitocompostos estudados e com milhares de estudos publicados em revistas revisadas por pares em dezenas de aplicações pesquisadas na saúde cardiovascular. Existem estudos indicando propriedades cardioprotetoras, outros estudos sobre sua capacidade de regular a enzima Cox-2, que está associada a processos inflamatórios diretamente relacionados às causas subjacentes de doenças cardiovasculares, e mais estudos indicando propriedades antioxidantes, que podem conferir proteção contra o estresse oxidativo no sistema cardiovascular.
Estudos ligam as Fitossubstâncias aos benefícios cardiovasculares que:
podem prevenir mortalidade cardíaca
agir na hiperlipidemia e baixar colesterol
reduz o estreitamento da artéria carótida
melhora a disfunção endotelial
melhora a hipertrofia ventricular esquerda
reduz hipertrofia cardíaca
melhora Insuficiência Cardíaca
previne isquemia cerebral (AVC)
ajudam na recuperação de derrame (AVC)
melhora estenose aórtica
baixa homocisteína alta
previna a aterosclerose
reduz a cardiomegalia
melhora hipertensão
<><><><><>
A medicina natural está aqui para ficar?
 Não apenas está aqui para ficar, mas ela está pronta para ser a peça central em uma das mudanças mais significativas no paradigma da saúde e da medicina nos últimos anos. Para quem tem prestado atenção, tem havido uma guerra entre Medicina convencional e Medicina natural. De fato, muitas vezes se tornou uma verdadeira guerra quando o establishment médico ataca e tenta desacreditar os tratamentos naturais.
  As principais alegações da medicina e de que têm evidências científicas para apoiar o que estão fazendo e que os defensores da medicina natural não o fazem, colocando assim a saúde das pessoas em risco. Os praticantes da medicina natural são frequentemente rotulados como “charlatães”, o que em parte, é verdade porque nesse meio o charlatanismo, infelizmente, é muito grande.
  Mas essa situação vem mudando gradualmente nos últimos anos, à medida que a Fitoterapia vêm coletando as informações baseadas em pesquisas, ensaios clínicos e outros estudos científicos. A medicina natural, especialmente, por meio da Fitoterapia vem ganhando cada vez mais credibilidade científica, de acordo com amostra de milhares de estudos que vem mostrando evidências.
Por que a medicina natural por meio da Fitoterapia supera a medicina alopática?
>> A resposta a essa pergunta é bem conhecida por aqueles que fazem uso da Fitoterapia. Além dos riscos da medicação sintética e da "deficiências" da prática médica, todo o sistema de saúde baseia-se no tratamento dos sintomas, embora 80% de todas as doenças sejam evitáveis e reversíveis. Há muito poucos incentivos para manter as pessoas saudáveis e, até que isso mude, será muito difícil mudar a forma como a maioria das pessoas vê a pratica da medicina. Tratamentos de medicina natural por meio da Fitoterapia são geralmente mais eficazes, e são capazes de reverter uma doença, enquanto a medicina convencional, na maioria das vezes, só pode gerenciar os sintomas de uma doença.
  Agora está ficando claro que as intervenções médicas do "ataque" estão sendo questionadas e, cada vez mais, o valor da Medicina Preventiva, as mudanças na dieta e no estilo de vida estão sendo percebidas. Neste ponto, precisamos examinar o papel das terapias alternativas, seu valor, sua eficácia e sua segurança. Precisamos banir os preconceitos com que esses métodos são tratados e estudá-los mais detalhadamente à luz da ciência moderna que nos permite controlá-los e, em última instância, avaliá-los, longe das obscuridades e visões dogmáticas.
Não estou dizendo que a Medicina Convencional é ruim.
>> No cuidado de algumas condições é muito boa e salva muitas vidas. O que precisamos é de uma integração dessas duas formas de tratamento, tirando o melhor de ambas e combinando-as para criar um sistema que realmente salva vidas e previna o máximo possível de doenças, sofrimento e gastos excessivos.
<><><><><>
     As pessoas muitas vezes pensam que os avanços da medicina tem que ser um remédio novo, um novo laser, ou uma intervenção cirúrgica, as células tronco ou algo caro. Elas têm dificuldade em acreditar que as escolhas simples que fazemos em nossas vidas é que vai fazer a diferença.
 
     As ervas medicinais tem sido eficientes para debelar muitas doenças que ainda
são consideradas incuráveis. Elas tem surpreendido, porque apresentam resultados para enfermidades pelas quais não há mais nada a fazer. O mais importante é que elas surpreendem com resultados, mesmo quando outros recursos já se esgotaram.  
<><><><><><
Dor nas costas atinge 80% das pessoas  em algum momento da vida
 A coluna humana tem 33 vértebras. É uma estrutura muito sensível, cheia de músculos e nervos, e é por isso que a dor nas costas é tão comum e segundo especialistas 80% das pessoas vão sofrer dessa dor alguma vez na vida. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), por conta do estilo de vida atual, 80% das pessoas tem, teve ou terá dor nas costas em algum momento da vida.
 É preciso ter consciência de que a coluna deve ser protegida com exercícios físicos, alongamento e reeducação postural.
Cuidar do corpo é importante para manter o bem-estar e conseguir realizar as tarefas diárias. Para isso, aprender algumas dicas e saber como agir diante de algumas dores pode auxiliar. 
<><><><><>
Fitoterapia Regenera ossos, cartilagem, articulação?
      A deterioração musculoesquelética vem com a idade e tem consequências graves para a saúde.  Com o transcorrer dos anos, as células vão perdendo sua capacidade de se renovar. Por causa disso, há uma diminuição de sua quantidade, com repercussões importantes como a perda de função de vários órgãos.
Quanto à doença articular degenerativa, ou seja, osteoartrite, artrose há potencial regenerativo.
>>>>>>
  Pior, que só tratar os sintomas conduz ao caminho de mais doenças.
    Os avanços da ciência moderna quase dobraram os nossos tempos de vida em apenas quatro gerações, mas a nossa qualidade de vida não atingiu todo o seu potencial. Porque estamos mascarando muitas doenças com remédios e tratamentos temporários, em vez de tratar das suas causas subjacentes.
<><><><><><>
Você sofre de dor crônica?
Você não precisa de analgésicos quando aprende a usar os recursos que realmente são eficazes.
Viver com dor crônica é difícil.
>> Ela tem um impacto negativo na qualidade de vida, humor e resistência de uma pessoa e leva ao estresse e à saúde precária.
Dor crônica afeta pelo menos 37% dos brasileiros
>> Pelo menos 37% da população brasileira, ou 60 milhões de pessoas, relatam sentir dor de forma crônica, aquela que persiste por meses.
>>Imagine uma pessoa que tem dor todo dia, o dia inteiro, durante meses. Existe um custo para o sistema de seguridade social que tem de arcar com a invalidez temporária, parcial ou definitiva desses pacientes severamente doentes.
>> A dor, de modo geral, talvez seja umas das situações humanas que mais causam sofrimento. Não só a dor causa um sintoma desagradável em quem está doente, mas traz repercussões biológicas, psicológicas, sociais, espirituais, isolamento, sentimento negativo e problemas de ordem familiar.
>> Entre as dores mais comuns estão a lombar, nas articulações, pescoço, dores de cabeça, enxaquecas, neuropatia. A mais comum de todas as dores crônicas é a cefaleia, a famosa dor de cabeça. Trata-se, na verdade, de uma dor de cabeça muito maior do que imaginamos, em vários sentidos.

O preço da dor
 >> O impacto das dores crônicas no bolso dos cidadãos e do país. >> Você sabia que a dor lombar crônica é a principal causa de deficiência em todo o mundo? A dor nas costas pode afetar qualquer pessoa, independentemente da idade, sexo ou nível de atividade, e é responsável por mais de 264 milhões de dias de licença médica do trabalho todo ano - dois dias de trabalho perdidos para cada trabalhador em tempo integral nos EUA.  >> Aqui no Brasil quantos milhões de dias de trabalho são perdidos?
>> Os especialistas estimam que cerca de 80% da população terá dores nas costas em algum momento de suas vidas, e o custo para os americanos em custos anuais com saúde, salários perdidos e produtividade diminuída ultrapassa US $ 100 bilhões. Os custos para os indivíduos são igualmente graves, medidos em fadiga, dor, sono insatisfatório e diminuição da qualidade de vida.
>> Por isso, cabe aos gestores da saúde, encontrar caminhos para aliviar a dor. A dos pacientes e a dos altos custos gerados com a dor.
>> Em um esforço para contribuir com intervenções úteis, a
Fitoterapia é um recurso que é super eficaz.
<><><><><>
Medicina da natureza
 Antes não havia a medicina moderna e sua farmacopeia de drogas sintéticas, havia plantas, e as civilizações antigas sabiam como usá-las para tratar doenças comuns e até mesmo doenças que ameaçavam a vida.
 Há momentos em que pode ser mais inteligente usar um chá de ervas do que um produto farmacêutico. Às vezes, uma erva oferece uma alternativa mais segura. Por exemplo, pegue a camomila: as suas flores foram usadas há séculos como um calmante suave. Não é hábito usá-la, mas um estudo feito pela Universidade de Michigan descobriu que a Camomila tem a mesma eficácia que muitos medicamentos prescritos para dormir quando administrados a adultos com insônia.
 Do mesmo modo, o óleo de Hortelã-pimenta demonstrou ser tão eficaz quanto os medicamentos para aliviar a síndrome do intestino irritável, mas sem os efeitos colaterais perigosos. E os estudos clínicos mostraram que a Sálvia pode aliviar a dor de garganta e o chá de Hibisco diminui  a pressão sanguínea.
 Infelizmente, a reverência pelo uso de plantas medicinais na vida cotidiana ainda está, em grande parte, desvalorizada. Mas se você estiver interessado em usar remédios naturais para sustentar sua saúde, você deve saber que há muitos à sua disposição.
<><><><><>
  No nível mais básico, a manutenção da saúde é relativamente simples: dê ao corpo o que ele precisa, e não deixe que ele acumule o que ele não precisa. Se não der o que ele precisa. Vai adoecer. Se acumular o que ele não precisa. Vai adoecer.  O corpo humano é como uma máquina e tal como ela, precisa que seja usado meios para apertar alguns parafusos que os maus hábitos e a negligência deixou  afrouxar  (degenerar), e necessita do combustível adequado para fazer cada engrenagem funcionar.
  A mensagem é clara: se quiser ter mais saúde e viver mais, se quiser apoiar a saúde, em vez de destruí-la, você deve parar com os hábitos que a destrói. 

<><><><><><>

  É incrível pensar que uma intervenção tão simples como tomar um copo de suco pode ajudar na prevenção e na cura de doenças.  A suplementação dos nutrientes minerais e vitamínicos foi e ainda tem sido ignorado e negligenciado no tratamento médico convencional.
  Há alguns anos, se alguém falasse que as dores articulares proveniente, da artrite e da artrose e outras doenças poderiam ser melhoradas ou mesmo revertidas por um suplemento nutricional, seria desacreditado.
  Tantos anos de pesquisa resultaram na descoberta de diversos compostos com propriedades biológicas presentes em alguns alimentos.  Esses compostos chamados de fitonutrientes ou nutracêutico, quando presentes na nossa alimentação, atuam de forma quimiopreventiva, com efeitos antioxidante, antibacteriano, antiviral, anti-inflamatório, etc., modulando a detoxificação enzimática e estimulando o sistema imunológico.
  A nova ciência mais uma vez prova que "os céticos" são irremediavelmente ignorantes quando se trata de terapias nutricionais. Como o alimento é o combustível para nossa sobrevivência, a forma como sobrevivemos saudáveis ​​e nos recuperamos de doenças também podem depender do que comemos.
  A nutrição correta previne doenças e transforma nossos genes para que possamos viver com mais saúde por mais tempo. 
<><><><><><

><><><><><>

  Será que nosso cérebro encolhe?

As pessoas ficam e são obcecadas em reduzir os efeitos do envelhecimento em seus cabelos e na pele. O nosso cérebro também envelhece e sofre degenerações. Segundo estudos, em média, os cérebros humanos encolhem até 25 por cento quando chegam aos 80 anos de idade.
O encolhimento do cérebro tem sido associada ao declínio cognitivo. A diminuição da função cerebral são inevitáveis ​​à medida que envelhecemos?
O que pode retardar o processo de encolhimento do cérebro?
Será que restaura o que já diminuiu?
 Muitas pessoas na faixa dos 50, 60 e mais anos são informadas por seus médicos que sim e não há nada o que possa ser feito sobre isso. Isso é verdade? Claro que não. É possível tomar medidas para não apenas interromper essas degenerações, mas também revertê-la. Há evidências suficientes mostrando que há elementos que estão ao alcance de nossas mãos que podem nos ajudar a ter um envelhecimento saudável.
  Repor adequadamente seu corpo com os fitonutrientes certos e diminuir sua exposição às substâncias que, em excesso, causam dano é o primeiro passo para diminuir o risco  das degenerações relacionadas à idade.

 

<><><><><><>

Não é só a pele e o cabelo que envelhecem.
 As pessoas ficam e são obcecadas em reduzir os efeitos do envelhecimento em seus cabelos e na pele. Os nossos órgãos também envelhecem e sofrem degenerações. O tempo é inexorável e precisamos deter o desgaste que ele produz .
   O que pode ajudar a reduzir alguns dos efeitos desagradáveis do envelhecimento? Repor adequadamente seu corpo com os fitonutrientes certos e diminuir sua exposição às substâncias que, em excesso, causam dano é o primeiro passo para diminuir o risco das degenerações relacionadas à idade.
    Quanto mais envelhecemos, mais precisamos ter o que fazer. Os danos do envelhecer chega tão depressa para os que vão ao seu encontro. De resto, o que é que nos faz velhos? Não é a idade, são as doenças. O objetivo é mostrar como prevenir e, às vezes, reverter todas as principais doenças que estão nos matando. Temos o potencial genético para viver uma vida plena sem doenças com saúde e vitalidade e até passarmos dos 100.
<><><><><><
O caminho para o envelhecimento saudável
    Longevidade é o conceito de promoção ou preservação da saúde e vitalidade por meio do retardamento do processo de envelhecimento humano. Longevidade é um termo usado para se referir à preservação da vitalidade e da robustez física e mental por um período de tempo prolongado, talvez excedendo a média de vida de outros humanos. A busca pela longevidade tende a buscar tanto o aprimoramento cronológico (extensão da vida) quanto a preservação da função dos órgãos na tentativa de capitalizar tanto 'adicionar anos à vida' quanto 'adicionar vida aos anos'. 
Ficando mais velho
 Com o envelhecer vem uma série de problemas relacionados à idade.Tradicionalmente, o envelhecimento é considerado um processo passivo e entrópico, no qual os danos se acumulam nas macromoléculas biológicas ao longo do tempo e os danos acumulados levam a um declínio nas funções fisiológicas gerais.
  O envelhecimento pode ser definido como o declínio progressivo da função do tecido e do organismo e a capacidade de responder ao estresse que ocorre em associação com a falha homeostática e o acúmulo de dano molecular. O envelhecimento é o maior fator de risco para doenças humanas e resulta em uma ampla gama de patologias do envelhecimento.
  O envelhecimento, como um processo fisiológico mediado por inúmeras vias regulatórias e fatores de transcrição, é manifestado por declínio funcional progressivo contínuo e aumento do risco de doenças crônicas. Há um interesse crescente em identificar agentes farmacológicos naturais para tratamento e prevenção de doenças relacionadas à idade em humanos. Agentes que podem desempenhar um papel na extensão da vida ou na melhoria da qualidade de vida com o envelhecimento. Fitossubstâncias que têm como alvo regenerar e preservar funções influenciam o envelhecimento podem estender a longevidade.
<><><><><><>
Quantos anos você tem?
>> Existe duas respostas para essa pergunta. O óbvio é a sua idade cronológica: o número de aniversários que você fez. Há também a sua idade biológica - quantos anos o seu corpo parece ter, com base em como ele funciona e quanto desgaste seus órgãos e suas células sofreram. Quão bem seus órgãos, músculos e cérebro funcionam, e por quanto desgaste passaram.
Você não pode mudar sua idade cronológica, mas pode fazer muito para reverter sua idade biológica. Com as ferramentas certas, você pode ter o corpo e o cérebro de uma pessoa de 30 anos, mesmo quando está chegando aos 50.
Nos últimos anos, pesquisadores desenvolveram testes que determinam a idade biológica.
>> Se você se cuidar muito bem, é possível ter 50 anos cronologicamente com uma idade biológica de 30 anos. Por outro lado, se você negligenciar seu corpo, poderá ter uma idade biológica de 50 anos quando fizer 30 anos.
>> Com as ferramentas certas, você pode mudar sua idade biológica para deixar seu corpo com mais jovem saúde, e você pode fazer isso mais rapidamente do que você imagina.
O campo do envelhecer mantendo a função e a saúde dos órgãos está repleto de descobertas que nos ensinam que nosso corpo pode se manter saudável e retardar sua própria destruição. Estamos vendo que podemos prevenir e até mesmo reverter doenças do envelhecimento.
<><><><><><

Cabelos grisalhos podem recuperar sua cor com recursos naturais
A maioria das pessoas começam a ficar grisalho muito jovem. Os eventos estressantes da vida ajudam no branqueamento do cabelo, mas há recursos que pode devolver a cor original. O cabelo grisalho é um dos primeiros sinais de envelhecimento. Há ações terapêuticas conhecidas por seu potencial antienvelhecimento – muitas das quais envolvem recuperar a cor do cabelo. 

                                      >>>>>>>
Os bebedores de chá vivem mais
       Beber chá pelo menos três vezes por semana está relacionado a uma vida mais longa e saudável, de acordo com mais um estudo. Os bebedores habituais de chá que mantiveram o hábito em ambas as pesquisas tiveram um risco 39% menor de doença cardíaca e derrame, risco 56% menor de doença cardíaca fatal e derrame, e risco 29% menor de morte por todas as causas em comparação com quem nunca toma chá com os bebedores de chá.

<><><><><><>

O caminho até a saúde não atravessa a farmácia e sim a cozinha.
    Hoje, com amplo acesso aos conhecimentos que apontam meios para manter a saúde, temos o dever e a obrigação de estabelecermos quais serão nossos caminhos. Um deles, como afirma Dr. Riedlen, começa na cozinha.
<><><><><><
Você dá a devida atenção à sua nutrição?
       Responda com sinceridade: diante da enxurrada de informações sobre alimentação que você recebe todo dia pela TV, internet, nas revistas, nos jornais ou na conversa com as amigas, você leva a sério o que põe no seu prato? Uma grande quantidade de problemas de saúde é causada pelas indulgentes dietas ocidentais de hoje.
        De que adianta ter todas essas informações se na prática suas refeições são carregadas de alimentos nocivos.  Se ultimamente você anda sentindo algum desses sintomas - fraqueza, sonolência, cansaço, dificuldade de concentração e de raciocínio, dor de cabeça ou unhas e cabelos quebradiços – acho que você deve rever a sua alimentação. Isso porque todos esses sintomas podem ser causados por carência de vitaminas, minerais e proteínas.
<><><><><><
    A abordagem 'não coma isso' é muito ineficaz. Não funcionou no Jardim do Éden e também não funcionará na sua vida.
> A alimentação deve ser saudável, mas sem aquele terrorismo nutricional, que classifica e determina alimentos como “ruins” para a saúde baseado em modismos e restrições. Defendemos formas de lidar com a alimentação, onde o “comer consciente”permite ter saúde, peso na medida certa e estável tendo prazer à mesa e “comendo de tudo”. O alimento tem muitas funções: combustível, crescimento, sobrevivência, prevenção de doenças e cura. O que deixamos de colocar em nossos pratos pode ser tão importante quanto o que colocamos neles.
    Me oponho ao reducionismo - o foco em nutrientes únicos ou drogas únicas para combater doenças únicas. Infelizmente, há uma super abundância de informações sobre comer que nos é oferecida, muitas das quais repletas de meias-verdades ou simplesmente erradas. Algumas fontes têm o propósito de nos vender produtos que enriquecem seus proponentes. Outros são bem-intencionados, mas estão trabalhando a partir de uma base científica inadequada - veja os modismos da dieta milagrosas ou produtos milagrosos que vêm e vão com regularidade.

 Leia mais em  o-alimento-cura    comer-para-viver  e  mal-comidos 

<><><><><><>
Com a Fitoterapia podemos preservar a saúde e também prevenir doenças.
  Algumas pessoas já fazem uso regular da Fitoterapia para reforçar o tratamento convencional, há muitas evidências que indicam que pacientes que fazem uso desse recurso têm maiores índices de recuperação que aqueles que apenas seguem o tratamento convencional.
  Acredito que todos merecem uma vida de vitalidade e que temos o potencial para criá-la por nós mesmos. É por isso que dedico a combater as causas das doenças, aproveitando o poder das ervas medicinais para transformar a saúde.   O consumo de plantas medicinais é seguro como auxílio para uma doença já diagnosticada, tornando-se coadjuvante nos tratamentos requeridos. Conectar todos os valores funcionais das plantas e como elas influenciam todos os sistemas em nosso corpo.
<><><><><><>

 Compostos naturais fornecem alternativas eficazes aos produtos farmacêuticos
Conforme evidenciado por estudo, a comunidade médica está cada vez mais sendo confrontada com pesquisas convincentes que sugerem que os compostos naturais fornecem alternativas eficazes aos produtos farmacêuticos.
   Cada vez mais, o público está aprendendo a retomar o controle de sua saúde, utilizando abordagens comprovadas e baseadas em ervas e alimentos que fazem parte das práticas culturais ancestrais há milhares de anos. Por que não procurar soluções preventivas e verdadeiramente regenerativas na prateleira de ervas e de temperos e deixar o armário de remédios para doenças que verdadeiramente precisem deles?
<><><><><>

Vamos plantar! Plantar, plantar!
Você já pensou em ter uma bela horta medicinal em casa? Ter tudo fresquinho diretamente da sua horta. Arregace as mangas e mãos à terra! Prepare o solo para receber as plantas. Em algumas emergências, um pequeno jardim de plantas medicinais sempre estará ao seu alcance.
    Muitas dessas ervas apresentadas neste site provavelmente estão crescendo na sua vizinhança - essas plantas são comuns na maioria das regiões do Brasil. Todas essas ervas são fáceis de encontrar no comércio, seja online ou em uma loja de ervas local.
<><><><><>

  Se gostou do site divulgue!

  É imprescindível difundir essa forma natural de cura através das plantas medicinais.
Tenho mostrado que as ervas medicinais podem contribuir para a cura de muitas doenças.
  Neste site esclareço que no campo, muitas vezes nebuloso da medicina natural, as bases biológicas da terapia com ervas e fitossubstâncias estão totalmente alinhadas com os conhecimentos da bioquímica, fisiologia e farmacologia. Há Fitossubstancias que agiram mesmo naqueles que estavam gravemente doentes e enfrentando a morte eminente.
 Um conteúdo bem definido sobre plantas medicinais.  Informações valiosas fazem deste site uma referência para o uso das Ervas Medicinais. Informações que você não vai encontrar em outro site.  Revelando curas reveladas pela ciência e com um chamado para honrar, preservar e proteger os antigos conhecimentos e mostrar as evidências atuais.
  Acredito que conhecimento é poder, principalmente no que diz respeito à sua saúde. Esse conhecimento é a chave para permanecer sã e livre em meio a diversas doenças e com tanta má informação. Evidências, informações sérias e conhecimentos dissiparão suposições e ignorância. Obtenha informações baseadas em evidências sobre ervas medicinais.
 Com o crescente crescimento das terapias complementares, tanto o paciente quanto o médico precisam de uma fonte de referência qualificada que forneça orientação sobre a integração do uso de medicamentos prescritos com suplementos nutricionais e preparações fitoterápicas. Informações concisas sobre ervas que estão documentadas na literatura científica, mas não são incorporadas rotineiramente na prática médica clínica.
Mostro neste site e no canal www.youtube.com/c/TiaXica que a polivalente Fitoterapia atende a todas as doenças, é o mais amplo e mais eficaz recurso terapêutico.
No tiaxica.com nossos incentivos estão alinhados com os seus - obtendo informações confiáveis e reais.>>> Clique na lista de assuntos a esquerda desta página para acessá- las.
><><><><><>
"Fecham os olhos" a uma série de evidências que deveriam conduzir a sua atuação para um recurso terapêutico mais eficiente e seguro.
        Existem tratamentos eficazes por meio de muitas fórmulas que ainda não foram estudadas, que têm auxiliado na melhora e até cura de centenas de doenças. Há meios para aliviar essas milhões de pessoas que sofrem, mas as autoridades científicas relutam em aceitar as soluções e os conhecimentos obtidos nos trabalhos realizados externamente ao seu controle. Muita informação e, como sempre, coisas que estão sendo ocultadas do público. Quantas vidas poderiam ser salvas? 
<><><><><>

Fitoterapia pode curar doença do coração?
Sim. Pode até tirar da fila do transplante.
  Fitoterapia na prevenção e no tratamento das doenças do coração e das coronárias.  A prevenção de doenças cardiovasculares e o tratamento estão no seu armário da cozinha ou no seu quintal. Temos que nos lembrar de que a boa saúde do coração raramente sai de um frasco de remédio. Infelizmente, milhões de pessoas desconhecem o extenso corpo de estudos que suporta o uso de compostos naturais para prevenir e até mesmo reverter doenças cardíacas.
  As ervas medicinais, como fonte de diferentes antioxidantes, podem ser muito eficazes na modulação de danos cardiovasculares. Além disso, o papel dos antioxidantes de ervas medicinais na aterosclerose e no dano endotelial foi estudado e uma lista de importantes plantas medicinais eficazes no tratamento e prevenção da hiperlipidemia e aterosclerose estão a disposição para ajudar o coração.
<><><><><>
 As Fitossubstâncias podem reparar artérias?   
  As doenças vasculares podem levar a ataques cardíacos, derrames e até morte. Os pesquisadores em Pittsburgh apontaram em um estudo que tratamentos típicos para esses problemas, como cirurgia de ponte de safena e angioplastia, na verdade induzem lesão vascular e podem levar a uma proliferação excessiva das células dos vasos sanguíneos de uma maneira que limita o fluxo sanguíneo. Segundo o estudo usar algumas fitossubstancias  antes desses procedimentos, que induz lesões nos vasos, limitou significativamente a extensão do dano.
Composto de plantas reduz 56% de risco de ataque cardíaco pós ponte de safena
Um novo estudo clínico mostrou que composto de planta foi capaz de reduzir em 56% os ataques cardíacos pós cirurgia de revascularização.
  Está bem estabelecido que o infarto do miocárdio associado à cirurgia de revascularização do miocárdio ainda ocorre em muitos casos. No entanto, faltam remédios para limitar a lesão miocárdica após cirurgia de revascularização.
 Um grupo de 121 pacientes foram selecionados aleatoriamente para receber um placebo e o outro para receber extratos de plantas, começando 3 dias antes da cirurgia programada e continuando até 5 dias após a cirurgia. Constatou que a administração do extrato de planta reduziu a frequência de infarto do miocárdio.
<><><><>
Além do coração: o intrincado sistema de artérias, veias e capilares
>> Quando falamos sobre doenças cardiovasculares, tendemos a nos concentrar no coração e nas doenças cardíacas, mas o corpo adulto tém quilômetros de vasos sanguíneos. Assim como acidentes acontecem ao longo de tantos quilômetros de rodovia, podem surgir problemas nas artérias e veias distantes do coração.
>> De igual importância é o intrincado sistema de artérias, veias e capilares - chamados coletivamente de vasos sanguíneos - que colocam o sistema vascular em cardiovascular. Os vasos sanguíneos são mais do que tubos para transportar o sangue bombeado pelo coração; eles desempenham um papel crucial na saúde cardiovascular geral, impactando ativamente a pressão arterial, a viscosidade do sangue, bem como a formação de placa. O sistema vascular e, portanto, a saúde cardiovascular em geral, é muito sensível às escolhas nutricionais que você faz - cada mordida que você dá é uma chance de melhorar sua saúde cardiovascular.
>> O coração pode ser o centro importantíssimo de nosso sistema cardiovascular, mas funciona em conjunto com nossos quilômetros de artérias, veias e outros vasos sanguíneos. Por esse motivo, é importante manter todo o sistema cardiovascular e tomar as medidas necessárias para mantê-lo saudável.
>> Enquanto o coração bombeia o sangue, uma dilatação e contração sutis dos vasos sanguíneos, junto com uma série de minúsculas válvulas, ajuda a mover o sangue através das artérias e veias. O fluxo de sangue é regulado, em grande parte pelo endotélio, uma fina camada de células que reveste o interior dos vasos sanguíneos. Sua atividade é tecnicamente conhecida como função endotelial e, quando não funciona normalmente, é conhecida como disfunção endotelial.
>> A disfunção endotelial - pense nisso como um tônus dos vasos sanguíneos deficiente - pode contribuir para a má circulação periférica, hipertensão (pressão alta) e doenças coronárias. Como você pode esperar, hábitos alimentares inadequados e deficiências nutricionais podem causar disfunção endotelial.
>> Você provavelmente já ouviu falar de algumas ervas são benéficas para o sistema cardiovascular, pois bem, há muitas ervas que se encaixam e são adequadas para doenças cardiovasculares que você pode não ter conhecimento dos seus benefícios. Fitoterapia na prevenção e no tratamento das doenças do coração e das coronárias.

<><><><><><>

      Os efeitos cardioprotetores das plantas medicinais e seus derivados são apoiados por estudos cada vez maiores. Uma visão equilibrada sobre o uso de plantas medicinais e suas fitossubstancias na biologia cardiovascular  precisa ser delineada para seu uso. Um resumo detalhado dos ativo de várias ervas na amenização do estado cardiovascular pelos efeitos mostrados nos estudos clínicos que consideram o uso da Fitoterapia, tudo em uma única plataforma que demostre a viabilidade de seu uso como coadjuvante dos tratamentos.
    Observou-se nesses estudos uma correlação positiva entre o uso de plantas medicinais e a saúde cardiovascular. Ao manter a fisiologia cardiovascular, as plantas medicinais e seus derivados parecem moderar uma variedade de mecanismos celulares envolvidos em vasoconstrição e vaso relaxação, que por sua vez, são aspectos importantes da homeostase cardiovascular.
Plantas medicinais produzem bioativos. Esses podem influenciar uma variedade de eventos fisiológicos relacionados à saúde cardiovascular através de múltiplos mecanismos subjacentes, como agentes antioxidativo, anti-isquêmicos,  hipotensivos, antitrombóticos e antihipercolesterolômicos. Além disso, uma variedade de estudos, incluindo ensaios clínicos, estudos transversais e meta-análises, também apoiaram os efeitos anti-hipertensivos e, portanto, cardioprotetores, de plantas medicinais. Além disso, também estão disponíveis evidências para as potenciais desvantagens de várias ervas e seus produtos indicando que o uso não supervisionado dessas ervas pode levar a problemas de saúde.

>>>>>>>

Porque existe tantas doenças que ainda não tem cura?
Aliás, a frase “doença sem cura” é aterrorizante.
A ciência surpreende-nos todos os dias, mas a medicina ainda não evoluiu o suficiente para curar todas as doenças.
  Sempre enalteço o crescimento da ciência e o progresso da medicina nos tratamentos e combate às doenças, mas  apesar dos avanços muitas doenças não podem ser resolvidas. Existem muitas doenças ou síndromes que ainda não têm cura, isso ocorre porque não usam os recursos que são eficazes para resolvê-las. Destaquei algumas que ocorrem com frequência e trazem muito sofrimento.
    Por que não estão curando as doenças que são curáveis? Se sabem tanto sobre doenças, onde estão as curas? Como podemos saber tanto sobre as causas e a progressão de uma doença, mas fazer tão pouco para prevenir a morte e a incapacidade? Os sábios sabem que sabem pouco. É por isso que eles dizem que - “ o que sabemos é uma gota, o que desconhecemos um oceano”.
Porque existe tantas doenças que ainda não tem cura? A resposta é simples. Estão buscando a cura a onde ela não esta. Há um “oceano” que desconhecemos, e aí estão todas as respostas para as doenças e tantos sofrimentos.
Parece que nos acostumamos que várias pessoas vão ficar doentes.
No Brasil:
Labirintite  quase 70 milhões de pessoas.
Pedra nos rins 29 milhões
Enxaqueca  mais de 30 milhões
Cistite afeta 10 milhões
Hiperplasia da próstata mais de 14 milhões de homens.
Artrose mais de 15 milhões de pessoas.
Asma estima-se mais de 20 milhões de pessoas e  é responsável por mais de 100 mil internações no SUS todo ano.
 Fechando os olhos
  Vemos que milhões de pessoas sofrem de doenças que são negligenciadas, um grupo de doenças que prevalecem por falta de programas de prevenção e de tratamentos que realmente sejam eficazes.  Essas doenças normalmente não matam imediatamente, mas incapacitam, levando a sofrimento, criando perdas de capital e de produtividade no trabalhado.
   Doenças que afetam milhões de vidas. São condições incuráveis ​​com as quais uma pessoa pode viver por toda a vida, mas traz sofrimento e gastos com tratamentos pouco eficazes. Pessoas com essas doenças enfrentam uma série de desafios que afetam sua saúde e finanças.
 “Prevenir é melhor do que remediar”.
  São milhões de pessoas sofrendo por falta de programas de prevenção de doenças na estrutura nacional de saúde. Prevenir evita o sofrimento e evita maiores gastos com a saúde pública, uma vez que prevenir é mais barato do que tratar o problema. Sem contar que poucas doenças têm algum tratamento eficaz na medicina convencional.
   "Não há doenças incuráveis", o que há são doenças ainda não bem tratadas pela medicina. Algumas doenças podem ser curadas. Outras a pessoa sempre terá a doença, mas o tratamento pode ajudar a controlar. A boa notícia é que os pesquisadores estão constantemente apresentando avanços. Portanto, é possível que uma doença que pode ser tratada, mas não curada hoje, possa ser curada no futuro. Mas enquanto aguardamos esse futuro que pode demorar muito vamos usar a Fitoterapia que pode curar muitas doenças consideradas incuráveis. Quando uma doença não pode ser curada, no mínimo, devemos oferecer tratamentos que sejam eficazes para ajudar a controlá-la e diminuir o sofrimento que ela causa.
   À medida que a educação para a prevenção aumentar podemos ver uma redução nas taxas por essas doenças.
<><><><><><>

 

1684 Fitossubstâncias estudadas
  A Fitoterapia ainda se encontra ''presa em um conflito''. Por um lado, há a farmacologia, cujo principal objetivo é a medição científica exata.  
 Porém, há as ervas medicinais que são igualmente importantes por ter mostrado eficácia nas experiências de uso popular.
   Recentemente, tem havido um interesse crescente no uso de ervas e compostos naturais na prevenção e tratamento de doenças e um grande número de artigos publicados enfocam esse assunto. E, tem muitas evidências brotando diariamente e já são 1684 plantas e Fitossubstâncias estudadas. É um conhecimento acumulado com os vários tipos de estudo feitos por Meta-Analises, Estudo Humano, Estudo de Caso, Animal, In Vitro, In Vivo e Revisão. Tudo que se escreve e pesquisa nessa área, em razão dos estudos científicos que brotam frequentemente e que não param de acontecer vão enriquecer nosso arsenal terapêutico com as evidências mostradas nos estudos.
    Muitas ervas medicinais e produtos naturais são utilizados para fins de saúde ou mais propriamente curativos, por vezes, infelizmente, ainda, de forma inadequada, sem condições de aproveitar ao máximo o seu potencial terapêutico, ou mesmo sem qualquer evidência de eficácia.
  Este site, pela primeira vez, consegue distinguir e separar, com clareza, simplicidade e autoridade, as opiniões características da medicina popular, das evidências científica. Um conteúdo que destina-se, principalmente a clínicos gerais, estudante de Fitoterapia, farmacêuticos, veterinários, bem como a estudantes das disciplinas afins. Ferramenta útil de consulta também a técnicos do setor fitofarmacêutico, biólogos, nutricionistas, enfermeiras e nutricionistas.
  Em todas as épocas, em todas as culturas e em todas as regiões do mundo, as plantas medicinais representaram e ainda representam a base essencial de uma boa terapia. No Ocidente, estamos testemunhando sua redescoberta progressiva e, portanto, as plantas continuam a ser a farmácia de nosso planeta e uma fonte preciosa de saúde para o homem.
  A compilação de milhares de páginas sobre o tratamento de doenças crônicas com quantidades terapêuticas de fitossubstâncias que ajudam naturalmente o corpo humano deve ser suficiente para convencer qualquer pessoa de mente aberta de que essa abordagem deve ser tentada antes de qualquer abordagem farmacêutica para o tratamento de doenças.

<><><><><>

  A Fitoterapia não é pseudociência, ela apenas não encaixa nos modelos do sistema da medicina, mas deve ser considerada para o tratamento de problemas de saúde crônicos, sérios ou que possam se tornar sérios.
A Fitoterapia é o mais abrangente e melhor recurso terapêutico, deveriam dar valor a essa valiosa opção terapêutica.
 A Fitoterapia (do grego therapeia = tratamento e fito (phyton) = vegetal) é a ciência que estuda as plantas medicinais e suas aplicações terapêuticas no tratamento e cura de doenças e esteve por longo período, sob o domínio popular onde o conhecimento empírico do valor medicinal das plantas prestou um serviço inestimável. As práticas fitoterapêuticas utilizam na terapêutica, basicamente, os elementos existentes na natureza.
  Essa ciência vem crescendo bastante, acompanhando avanço cientifico envolvendo os estudos químicos e farmacológicos de plantas medicinais e de seus constituintes, como flavonoides, alcaloides, triterpenos, sesquiterpenos e taninos onde já foram comprovadas as ações biológicas em testes pré-clínicos com animais.
   Infelizmente, as grandes empresas farmacêuticas detêm tanto poder por meio do controle da mídia, lobby político e outros dispositivos subversivos que continuaremos a nos submeter ao uso de drogas desnecessárias e inúteis porque desconhecemos as alternativas. Desconfio fortemente da influência das empresas farmacêuticas na saúde pública motivada pelo lucro, em vez de estar focada na prevenção. Há muito dinheiro gasto em drogas que não curam e toda abordagem natural que promova uma cura é suprimida.
<><><><><
É preciso evitar a desmoralização da Fitoterapia, utilizando fontes erradas e equivocadas de informação, tais como: livros, revistas comerciais, sites, blogs e até cursinhos sem nenhum compromisso com a verdadeira Fitoterapia e profissionais sem o minímo de conhecimento e experiência que fazem indicações de tratamentos fitoterápicos ineficazes.  
  O profissional mal preparado também contribui para desmoralizar a Fitoterapia. Eles fazem indicações que não funcionam e o paciente, por sua vez, atribui a falta de eficácia à planta indicada, não percebendo que aquele profissional é ou foi mal preparado.
   Este é um recurso excelente para pessoas que se preocupam com a saúde ou que tenha histórico familiar de doença, inclusive, cardíaca. Explico as complexidades da doença e condições associadas de uma forma muito compreensível. É muito completo no tratamento da patologia e opções de tratamento para que a pessoa possa ser informada e tomar decisões informadas sobre o manejo de suas doenças. Uso um modelo integrativo em sua abordagem para tratamento, portanto, seus tratamentos não são formulados - ou num tamanho que serve para todos - mas, em vez disso, adapto o plano às necessidades específicas e frequentemente variadas do paciente, especialmente, para aqueles que desejam assumir o controle de sua saúde e trabalhar na prevenção da progressão da doença ou prevenção de complicações.
<><><><><>
Quando mais envelhecemos mais precisamos ter o que fazer.
> Os danos do envelhecer chega tão depressa para os que vão ao seu encontro. Com o passar dos anos o corpo se desgasta. Órgãos funcionam mais lentamente. As células perdem funções biológicas.
> É possível ter um envelhecimento saudável? Não só é possível, como é nosso dever encontrar os caminhos que levam ao envelhecimento saudável. Fazer a manutenção do corpo de uma forma tão eficaz que impeça o surgimento de enfermidades que vem com o processo do envelhecer por meio de recursos que reparam os danos moleculares responsáveis pelo envelhecimento dos órgãos.
Pressupostos Submetidos à Prova
    Fitoterapia Regenerativa regenera e mantém a saúde do coração? Com o envelhecimento as artérias e o coração sofrem dano e envelhecem. Mas uma mistura de situações virtuosas que inclui alimentos saudáveis, caminhada e Fitoterapia Regenerativa levou uma cliente minha a ouvir do seu cardiologista que seu coração esta com 45 anos. A idade dela é 64. Isso mostra que ter uma perfusão eficiente do órgão mantém seu funcionamento e o mostra como se tivesse quase vinte anos a menos. O sucesso dessas ações combinadas foi demonstrado nos exames.
<><><><><><>
    Expanda seu conhecimento com conteúdo baseado em evidências cientificas obtendo informações confiáveis e reais para sua prática profissional ou na defesa da sua saúde. Personalize seus resultados encontrando substâncias terapêuticas para várias doenças. Mostro neste conteúdo que a Fitoterapia  atende a todas as doenças, é o mais amplo e mais eficaz recurso terapêutico.
>>>> Torne-se um membro deste site para ter acesso a todos os conteúdos indexados. WhatsApp 41 9 9806 5553 será direcionado para realizar a sua inscrição.  A taxa de adesão 580,00 por 12 meses.
 
  Meu conhecimento e experiência  de 52 anos com as plantas medicinais, permitem-me trazer-lhes informações confiáveis sobre ervas medicinais.
Trata-se de um conteúdo muito especifico e profundo, portanto, de maior e grande proveito para quem tem aptidão e realmente quer  se aprofundar nesse conhecimento.  Conta com os dados científicos existentes sobre o valor terapêutico das Fitossubstâncias, das ervas medicinais e das plantas alimentícias. E, tem muitas evidências brotando diariamente, pois já são várias centenas de plantas e Fitossubstâncias estudadas.
<><><><><><>
Os conteúdos exclusivos
  Nos conteúdos exclusivos do site mostro as evidências sobre as Fitossubstancias e como agiram em estudos e mais sobre como as plantas medicinais, as plantas condimentares e as plantas alimentícias podem curar, regenerar e prevenir doenças, mesmo aquelas doenças que a medicina, ainda considera incurável.
  Esteja preparado para ficar escantado e gratificado, pois estes conteúdos vai lhe mostrar muito conhecimento e a fundamentação desse polivalente  recurso, a Fitoterapia.  É um recurso incomparável para o acadêmico da área da saúde, o médico que quer oferecer mais uma opcão para o seu paciente e o paciente que também busca um recurso para aliviar suas dores e curar suas doenças.
  Atualizamos sempre o conteúdo. Nesse site brota conhecimento todos os dias.
Se desejar mais informacões sobre os conteúdos exclusivos. Entre em contato no WhatsApp 41- 9 9806 5553. 
<><><><><>
Por falta de conhecimento as próprias pessoas causam danos a sua saúde.

<><><><><>

 Algo que me fascina é quando me embrenho nas pesquisas sobre o uso de plantas na África, na Ásia e na Europa é a diversidade de pratos feitos com suas partes e o aproveitamento medicinal e culinário que fazem delas. >>> Muito diferente do que costumamos ver por aqui, onde desperdiçamos plantas com alto valor nutricional e medicinal.
    Imagino que nestes lugares não veríamos uma cena como a que presenciei outro dia – na limpeza de um quintal, o filho da dona da casa cortando um pé de sabugueiro cheio de flores e arrancando as capuchinhas que foram desprezados na calçada para o caminhão do lixo levar, como se não fossem alimento. Na Alemanha, por exemplo, fazem licores, geléias e suco das flores e dos frutos do sabugueiro. Veja mais em   flor-de-capuchinha e sabugueiro
<><><><><>
Literalmente uma farmácia dentro de um copo de suco
<><><><><><
Há chás que dão uma boa ajuda no reforço imunológico.
 
>> O estado do sistema imunológico e da saúde geral de uma pessoa determina a sua chance de vencer uma doença e, provavelmente, sua maior suscetibilidade à infecção.
>> As pessoas idosas são altamente suscetíveis a infecções, infelizmente, ao sistema imunológico enfraquecido. 
> listei alguns e postei aqui saudenatural

<><><><><>

Alternativas ao Viagra
Então, o que a própria 'evidência concreta' tem a dizer sobre o tópico das alternativas naturais. 
Um dos principais preceitos da medicina funcional é evitar a causa da doença, em vez de apenas suprimir os sintomas
>>>>>>>>
  O controle das doenças também depende da própria pessoa.
    As pessoas estão acostumadas e são estimuladas a passar a responsabilidade de sua saúde para os médicos, parece que não são mais responsáveis pela própria saúde, assim, vão ao médico e pedem uma pílula "milagrosa". Enquanto continua vivendo uma vida que provoca e favorece as doenças. A maioria não querem ter disciplina, aceitar limites e ter cuidados com a saúde.
    Um exemplo, o hipertenso se entope de carne gordurosa e sal e quer um milagre do céu para não enfartar ou ter um AVC. >> Não cuidam da saúde, e quando a perdem culpam meio mundo, menos a sua indisciplina e negligência.
      Vivem mascarando muitas doenças com remédios e tratamentos temporários, em vez de tratar das suas causas subjacentes. Pior, que só tratar os sintomas arrumam mais doenças causadas pelos remédios que tomam.
    O controle das doenças também depende da própria pessoa. A maior parte das doenças ocorre por irresponsabilidade da própria pessoa.
<><><><><>
         
Por ignorar que é um ingrediente de remédio o jogamos no lixo.
Os médicos estão receitando remédios que tem esse ingrediente na composição.  Quer saber o que você jogou no lixo e não sabia que tem fitossubstâncias muito valiosas para resolver problemas que afetam milhões de pessoas? Vou falar no canal Tia Xica no youtube. Se inscreva. https://www.youtube.com/c/TiaXica.
<><><><><>
  A solução para tudo é reduzir o açúcar e do sal?
Não.  A alimentação saudável não se resume em apenas comer saladas ou de ser uma alimentação sem sabor como algumas pessoas julgam. Há outras pessoas que acham que tem uma alimentação saudável só porque deixaram de comer frituras.
  A natureza oferece uma imensa variedade de ingredientes, o que ajuda a acabar com a ideia de que na alimentação saudável não pode comer nada. Existe uma enorme diversidade de ingredientes que podem ser transformados em deliciosos alimentos.
   Há  muitos “matos” comestíveis para experimentar e quando queremos fazer algo, temos que ir fundo na pesquisa, nos testes e na repetição, aprendendo com erros e consolidando acertos. Muitas coisas podem ser usadas e esse é o encanto da arte da culinária saudável. Leia mais em o-alimento-cura   comer-para-viver
<><><><><><>
Lutando contra doenças hepáticas? Beber chás  reduz a inflamação do fígado.
Lutando contra o câncer de mama? O consumo de algumas ervas está associado à sobrevivência prolongada.
Preocupado com doenças cardíacas? Mude para uma dieta baseada em alimentos integrais, à base de plantas, que tem sido repetidamente mostrado não apenas para prevenir a doença, mas frequentemente para interrompê-la em seu caminho.
>>>>>>>>
>> É preciso evitar a informação errada, utilizando fontes erradas e equivocadas de informação, tais como: alguns livros, vídeos, revistas comerciais, sites, blogs e até cursinhos sem nenhum compromisso com as ervas medicinais ou com a verdadeira Fitoterapia e profissionais sem conhecimento e experiência que falam e fazem indicações erradas.   
>>> Recentemente, tem havido um interesse crescente no uso de ervas e um grande número de profissionais enfocam esse assunto, mas falam baseados apenas nas informações que estão no Google e estão contribuindo para gerar a informação errada. Inclusive vídeos de médicos, nutricionistas contem informação errada sobre a planta que se propuseram a falar dela.
>>> Além de confundir, leva ao consumo de forma errada.  Um desserviço prestado à população com matérias desse tipo. Infelizmente, isso é comum na internet, pois muitas pessoas fazem vídeos sobre assuntos que não entendem e com isso proliferam informações erradas.
>>> Um exemplo, são os vídeos sobre o uso do
Alecrim todos contem informações erradas.
>>> Em breve no canal tia Xica no Youtube@TiaXica esclarecendo os erros e falando seriamente sobre o Alecrim que tem mais de 100 benefícios para A nossa saude. Fiquem atentos.
<><><><><><>
As descobertas científicas e as ideias apresentam soluções.
    À medida que a Fitoterapia evolui, e se mostra como um recurso polivalente, vem cada vez mais pressões comerciais e ideológicas, torna-se urgente a necessidade de estudos de Bioequivalência e análises de uma perspectiva de interesse público independente. Com este padrão, o Tia Xica trabalha para moldar um futuro que é biodiverso, justo e saudável para todos.
    Você não pode ser uma mídia independente, a menos que seja independente. Por este motivo, o site Tia Xica não aceita publicidade comercial de qualquer tipo. No entanto, tenho despesas contínuas e especiais. Tenho despesas com provedor de internet, telefone e hospedagem para o site.
 Se você valoriza e gostaria de apoiar o meu trabalho, sua ajuda é importante. E quanto mais recurso financeiro, mais posso expandir meus conteúdos. Quero melhorar e oferecer muito mais para você.
Se o site tiaxica.com é útil para você, ajude.
<><><><><