Com este curso você terá um amplo conhecimento sobre a fitoterapia e suas principais formas de uso. Esse curso irá destaca a importância atual da fitoterapia, os seus principais recursos e suas formas de usar e elaborar.

O mais amplo e melhor curso online de fitoterapia do Brasil.

        O conteúdo mais completo  com mais de 2000 páginas incluindo os resumos das publicações científicas. O Curso é Intensivo e mostra as espécies vegetais mais bem fundamentadas, inclusive com links das publicações científicas que mostraram evidências de eficácia. Este curso aborda de forma clara e objetiva os conhecimentos fundamentais sobre Plantas Medicinais e suas potencialidades para coadjuvar nos tratamentos das diversas doenças.

         O curso é voltado para profissionais da área de saúde: médicos, fisioterapeutas, nutricionistas, enfermagem, terapeutas holístico e para pessoas interessadas que queira se aprofundar no assunto.

As aulas serão postadas às terças e quinas-feiras no site tiaxica.com em páginas com acesso somente para os alunos que acessará a aula no momento que tiver tempo e mais materiais de apoio se, necessário em pdf enviados por email. www.tiaxica.com/curso-de-fito/ wats 41- 9 9806 5553
fixo 4141 0645 email ncleuza@gmail.com 

Os módulos serão postados gradativamente por assunto.

Criamos um grupo com um watszap exclusivo para os alunos para interação direta.

A ministrante dedicará 3 horas por semana para dirimir dúvidas dos alunos.

 

A fitoterapia: para as doenças que podem ser tratadas apenas por ela; para aquelas às quais a fitoterapia pode ser o tratamento principal e para aquelas às quais a fitoterapia pode auxiliar junto com outras abordagens terapêuticas. 

 

A Fitoterapia por meio das Fitossubstâncias das ervas medicinais proporciona uma vasta gama de benefícios as pessoas e vai:

  • prevenir a iatrogênia,
  • diminuir mortes prematuras,
  • evitar cirurgias desnecessárias e cirurgias inúteis,
  • reduzir internações hospitalares,
  • acabar com a mascaração de sintomas,
  • debelar doenças chamadas de incuráveis,
  • prevenir e evitar mutilações de órgãos e membros;
  • tirar pessoas de seus sofrimentos, acabando com suas dores.

 

 A fitoterapia é o recurso de tratamento mais procurado no Brasil e no Mundo, hoje.

    O emprego de plantas medicinais na recuperação da saúde tem evoluído ao longo dos tempos, mas ainda hoje se verifica que as pessoas utilizam incorretamente as plantas medicinais.

 

     Um bom curso de Plantas Medicinais precisa ter um conteúdo rico, conter informações reais, ser pautado na vivência, na experiência, nas evidências e ensinar a usar as plantas brasileiras. O fato é que quase não usamos a fitoterapia chinesa no Brasil por uma série de motivos, logo, não há que se perder tempo com teorias que só fazem sentido se estudadas como fundamento da fitoterapia. Sem contar que a verdadeira fitoterapia com as ervas da nossa flora é polivalente.

      Para transmitir conhecimento é necessário muito mais que cursos sobre um presumido conhecimento. Não é apenas falar porque ouviu ou leu (conhecimento teórico). O “conhecimento” compreende não apenas o saber sobre o assunto, mas também o executar e a maneira de agir em relação a ele.

 

      Experimentos populares e científicos mostraram que as ervas medicinais foram eficazes para ajudar como coadjuvante no tratamento de centenas e centenas de doenças. Nesse curso online abordaremos todas as que tiveram seus quadros melhorados e ou curados.

 

   O tratamento com plantas medicinais não consiste apenas em aliviar os sintomas apresentados, visa também à recuperação das funções normais do órgão doente e auxilia na prevenção.

 

  A procura pela fitoterapia aumenta e isso exige profissionais verdadeiramente conhecedores dela.

    Mas há uma ausência de disciplinas curriculares em fitoterapia na formação universitária do profissional. Por outro lado, os cursos de fitoterapia extra curriculares oferecidos por algumas faculdades e por escolas particulares têm um conteúdo fraquíssimo. Por conta disso, temos poucos profissionais que realmente conhecem e entendem de fitoterapia.

     A demanda é muito grande por fitoterapeuta que realmente saiba orientar quanto ao uso seguro de erva medicinal e em quais doenças e seus estágios pode-se valer das propriedades das ervas, qual o grau de eficácia em relação aos medicamentos sintéticos, forma de uso e de preparo.

 

      O uso de plantas medicinais, quando feito da maneira correta, também garante menor uso de remédios alopáticos e menos tempo de sofrimento ao paciente o qual percebe que o profissional esta interessado em minimizar seus males e/ou até curá-lo.

     A utilização da fitoterapia no tratamento e prevenção de doenças, bem como nos cuidados estéticos e na melhor qualidade de vida, é muito importante.

 

 A fitoterapia é polivalente

        O Brasil em 2005, através do SUS, propõe a inclusão das plantas medicinais como opção terapêutica no sistema público de saúde. A fitoterapia foi reconhecida oficialmente como de "interesse popular e institucional" pela Portaria 971 do Ministério da Saúde. Mas esse serviço esta sendo oferecido de forma precária e sem a seriedade que o recurso merece.

        Apesar do seu potencial, a fitoterapia, no entanto, ainda é considerada como terapia alternativa. A fitoterapia utiliza em seus procedimentos terapêuticos recursos naturais encontrados em sua maioria na natureza como ervas, que recebe não se sabe por que o nome de terapia alternativa, talvez esta tenha sido uma tentativa de fazer a população acreditar que ela não tem eficácia, como se fosse uma coisa inócua ou algo que não funciona.

       As ervas medicinais são tão eficazes quanto os remédios alopáticos, às vezes até mais, e têm surpreendido com resultados para enfermidades para as quais não há mais nada a fazer.

 

   As pessoas mostram grande interesse por tratamentos mais suaves e com menos riscos de efeitos adversos.   

       A fitoterapia é uma excelente estratégia para o profissional da área da saúde aplicar em seu atendimento clínico, pois é uma grande ferramenta quando usada da maneira correta.  Um número cada vez maior de profissionais da área de saúde está usando a integração terapêutica para complementar um tratamento, procurando criar estratégias mais adequadas às necessidades do paciente. Nos dias atuais, muitos profissionais da área de saúde estão se interessando pela fitoterapia, devido a uma frustração e desencantos provocados pela ciência ortodoxa e pelo uso de medicamentos sintéticos.

         Se você também é um deste faça um curso de fitoterapia porque as plantas como parte de um conjunto de medidas contribuem muito para os tratamentos. Fazer um bom curso de fitoterapia é importante, porque a maior parte da população está se voltando para o uso de remédios não tradicionais. Saber sobre fitoterapia é ocupar uma enorme lacuna que se encontra em aberto, ter um diferencial no atendimento e, consequentemente, nos resultados da prática clínica. 

 

     O conhecimento e a aplicação da fitoterapia de forma correta viabiliza e assegura que as recomendações fitonutricionais sejam seguidas e alcançadas. Logo a fusão dos métodos terapêuticos apesar de, às vezes, ter conceitos diferentes produz um resultado perfeito e mais completo.

 

Porque a fitoterapia não é "alternativa"

Vemos ainda hoje que as Fitossubstâncias naturais são temidas e as drogas sintéticas são prescritas desenfreadamente.

       Como podemos desmarginalizar este grandioso e polivalente método de cura? Com a própria Ciência. A natureza fornece soluções para praticamente todas as doenças, inclusive para aquelas que a medicina diz que só ela tem o direito de tratar, como o câncer e as doenças cardiovasculares. Nas doenças cardiológicas, por exemplo, a fitoterapia responde muito bem por meio das ações farmacológicas das Fitossubstâncias que agem como: antiplaquetária, antitrombótica, vasodilatadora, anti-hipertensiva, antiaterogênica, anticoagulante, fibrinolítica, hipolipidïaca, neocardiogênica, bloqueadoras de canais de cálcio, inibidora da angiotensina e anti-inflamatórias.

O problema não é a falta de provas.

       Existem centenas de milhares de estudos que indicam que a ciência já confirmou o efeito terapêutico de muitas centenas de plantas e de fitossubstâncias. Na verdade, há tanta pesquisa que não há como não validar a Fitoterapia como um recurso terapêutico e não como “alternativa”, inclusive há muitas evidências cientificas confirmando ervas que foram nos testes clínicos potencialmente mais eficazes que alguns antibióticos no combate a alguns tipos de virus e bactérias.

 

Apresento algumas experiências para mostrar o potencial da Fitoterapia.      

     Nessas experiências com ervas medicinais, logrou-se êxito como vimos até em doenças tidas como "incuráveis", proporcionou melhora, alívio e até cura, nesses casos prevaleceu o saber popular, que mesmo sem fundamentação científica tem resolvido o que o tão valorizado saber científico ainda não consegue resolver.

Esses são apenas alguns dos casos complexos que a fitoterapia resolveu. Vejam abaixo.

 

         Por conta da asma e de algumas doenças pulmonares crônicas no Brasil, hoje temos milhões de pessoas que depende do uso da bombinha para respirar. Um bom programa de tratamento por meio da fitoterapia proporcionará melhora imediata nos quadros de Asma, vai tirar milhares de pessoas do sofrimento e da dependência do uso da bombinha. A solução para acabar com o sofrimento dessas milhares de pessoas é oferecer tratamentos que realmente funcionam e que são eficazes.

 

      A solução para muitas das dificuldades enfrentadas pelas pessoas de idade e até pessoas jovens, tais como levantar e abaixar, esta num bom e efetivo tratamento com a fitoterapia. Umas boas sessões de fitotermoterapia tem melhorado a vida de milhares de pessoas e tem proporcionado a melhora do movimento das articulações, recuperado a atividade de sentar, de levantar e de caminhar, bem como tem livrado pessoas do uso de bengala, cadeira de rodas,  muletas  e andadores. 

 

 

Ajudar na regeneração das cartilagens e dos discos vertebrais e livrar de hérnia é um dos potencias da Fitoterapia.

      A enfermeira, que devido a um esporão de calcâneo não conseguia sequer colocar o pé no chão, tinha também 4 hérnias de discos. Não conseguia caminhar, sentia dores permanentes. Pode, enfim, voltar a caminhar e viver sem dor. O exame mostra que as hérnias foram eliminadas. O esporão também desapareceu.

 

 

O potencial da fitoterapia foi capaz de controlar uma hepatite A em 20 horas

   Indivíduos que são acometidos de hepatites passam a ter algumas substâncias alteradas. Apesar de tanta evolução, a medicina ainda não conta com remédio que possa baixar essas substâncias, mas em vinte horas, com o uso de plantas medicinais, o quadro de uma paciente acometida de hepatite A mudou.

Veja nos resultados abaixo.

 Exame feito dia 01 de março 2010/coleta do sangue às 12 h 43 m

• Aspartato Aminotransferase (TGO) 874 u/L. O normal é entre 15 a 37u/L.

• Alanina Aminotransferase (TGP) 1846 u/L. O normal é entre 30 a 65u/L.

• Gama Glutamil transferase 436 u/L no sexo feminino. O normal é entre 05 a 136 u/L.

 Exame feito dia 02 de março 2010 / coleta do sangue às 08 h 20 m

• Aspartato Aminotransferase (TGO) 485 u/ L.

• Alanina Aminotransferase (TGP) 1250 u/L.

• Gama Glutamil transferase 226 u/L.

 

Tratar eficazmente a enxaqueca é um dos potencias da Fitoterapia.

           Conviver com a enxaqueca nos últimos 14 anos, fazia da vida da Edilaine, um tormento.  O pior na vida dela era a frustração com os tratamentos ineficazes indicados pelos médicos. Receitaram-lhe além, dos analgésicos para a dor, remédio para dormir, antidepressivo e até relaxante muscular e pasmem, sugeriram-lhe para procurar um grupo de apoio para aprender a conviver com a dor e os sintomas diários. Felizmente, a Edilaine consultou com uma médica que sugeriu que ela procurasse alguém que entendesse de Fitoterapia.  Dentro de uma semana com ajuda da Fitoterapia, ela viu melhora acentuada e em três semanas estava de volta ao trabalho e livre de todos os medicamentos que os médicos receitaram.

 

Todos sabemos o quanto é aflitivo ver uma criança sofrendo de dor.

       Pedro é um bebê de 1 ano e 4 meses, que há 7 meses vinha sofrendo de dor de ouvido, foi ao médico que constatou uma otite. Ele sentia muita dor e chorava sem parar.... Felizmente, o Pedro teve sua dor aliada no mesmo dia que iniciou um tratamento Com a Fitoterapia e em uma semana teve a inflamação totalmente controlada.

    Ver uma criança sofrer de dor e tomar antibiótico forte durante 7 meses é angustiante para os pais.  Além dos tratamentos convencionais que demoram para fazer efeito e são pouco eficazes, existem tratamentos naturais muito eficiente que reduz a dor imediatamente e acelera a desinflamação. Melhor ainda, não expõe a criança aos riscos que o antibiótico oferece.

      A solução para acabar com o sofrimento de milhares de crianças e pessoas de outras faixas etária que ficam meses e até anos sofrendo por conta de uma otite é oferecer tratamentos que realmente funcionam.. Por isso, vale a pena conhecer a fitoterapia.

Uma das situações mais incômodas para as crianças é a dor de ouvido. O tratamento da otite pela medicina convencional é feito com antibióticos e a dor é controlada com analgésico.

 

A solução para evitar amputações e acabar com o sofrimento de milhares de pessoas é oferecer tratamentos que realmente funcionam e são eficazes como a Fitoterapia..

 

Dona Cecilia, de 76 anos, foi uma das pessoas que felizmente, teve sua perna poupada da amputação. Ela estava com trombose venosa profunda.

 

 

A fitoterapia pode evitar que um pé chegue a esse quadro e pode restabelecê-lo, evitando a sua mutilação cirurgica.

 

Dar alívio imediato, controlar o agente causador e desfazer a inflamação é um dos potencias da Fitoterapia por meio de um super sprey com extratos de ervas potencialmente eficazes no ataque as bactérias geradoras dessas afecções.

 

     Este caso era uma condição clínica complexa

Um senhor médico, em razão de sua cirurgia para remover um câncer de garganta e por conta do início das sessões de radioterapia logo após a cirurgia, desenvolveu graves lesões (dermatite) na região do pescoço. Isso aumentou ainda mais o edema que costumeiramente ocorre após um procedimento cirúrgico, levando-o a ter dificuldade de engolir até água.

          Seu quadro se agravou, pois estava há quatro dias sem poder se alimentar, ele havia rejeitado a colocação de sonda para essa finalidade. Por indicação de um amigo (o amigo é um médico que vinha tendo o controle da DGM pela Fitoterapia) pediu ajuda da Fitoterapia. Conseguiu melhorar seu quadro a tal ponto que 3 horas após o início do tratamento pode, enfim, tomar água e logo depois tomou uma sopa. Além disso, resolveu a grave dermatite, o que permitiu a retomada do seu tratamento com as radioterapias.

 

  

Este senhor teve seu braço paralisado durante 8 meses por conta de um acidente. Depois de uma centena de sessões de Fisioterapia e umas dezenas de sessões de acupuntura, restou-lhe a decisão do médico para realizar uma cirurgia e colocar pinus na cervical. Surpreendeu o seu filho que é médico, ao ter o movimento do braço restabelecido em menos de 20 minutos com a fitotermoterapia.

 

      Homem de 44 anos sofreu um infarto e como consequência, teve 38% do músculo cardíaco comprometido. Após seguir um tratamento com recursos naturais as lesões regrediram. Isto foi constatado nos seus exames e surpreendeu seu Cardiologista, que sabe que até o momento apesar de tanta evolução a Cardiologia não tem meios de recuperar os tecidos necrosados de um coração infartado.

      A Cardiologia acredita que o tecido cardíaco é incapaz de ser regenerado. Pesquisas indicam que há uma classe de compostos conhecidas como Fitossubstâncias Neocardiogênicas são capazes de estimular as células cardíacas para regenerar o tecido cardíaco.

 

      Homem que estava com coração aumentado e uma grave arritmia, após um tratamento com recursos naturais surpreendeu seu cardiologista. Nesses casos, até o momento a Cardiologia não tem meios para conter o aumento do coração.

      O coração grande, também conhecido como cardiomegalia, é uma doença grave e de difícil tratamento que atinge principalmente os idosos, mas pode atingir pessoas em todas as idades, como a pessoa citada nesse caso que tinha apenas 43 anos. Esta doença pode ter surgimento com a hipertensão arterial que, às vezes, contribui para o aumento do coração.

 

  Jovem que submete-se a 16 cirurgias na coluna para a retirada de um tumor que sempre reincidia, já com outra cirurgia agendada, teve o tumor eliminado em 26 dias, com ajuda da Fitoterapia. O mais importante é que Não houve mais recidiva do tumor.

 

   Quem não conhece a verdadeira Fitoterapia diz, que as ervas agem lentamente que demora para fazer efeito. Imagina! solucionar um caso como este em uma semana. O médico que atendia este paciente classificou a recuperação como um milagre extraordinário.

    Homem de 43 anos, com tumores no pênis, submeteu – se a vários procedimentos e medicamentos, durante 18 meses, sem obter resultado. Estava com o pênis deformado pelas feridas, com um quadro que se agravava, devido a isso o especialista sugeriu a amputação do membro. Com a ajuda da Fitoterapia, eliminou os tumores, houve a cicatrização em uma semana. 

 

    Viver com a Fibromialgia nos últimos 11 anos, mudou totalmente a vida da Roseli.  Rigidez matinal, espasmos musculares, fadiga e dor eram sintomas diários com os quais ela teve que aprender a viver. O pior na vida dela era a frustração com os tratamentos ineficazes oferecidos. Receitaram-lhe anti-inflamatório não - esteróides para a dor, remédio para dormir, antidepressivo, às vezes, até relaxante muscular e pasmem, sugeriram - lhe para procurar um grupo de apoio para aprender a viver com a doença. Felizmente a Roseli consultou com uma médica que sugeriu que ela procurasse alguém que entendesse de Fitoterapia.
 
      Dentro de duas semanas com ajuda da fitoterapia, ela viu melhora acentuada e em um mês estava de volta ao seu estado normal e fora de todos os medicamentos.

 

Após 15 anos homem recupera a audição.

Lesão em acidente de carro o fez perder a audição de um ouvido. Fez tratamento convencional sem resultado. Recuperou com ajuda da Fitoterapia e recursos naturais.

 

Cirurgias de alguns tumores em determinados locais é de alto risco, mas a fitoterapia tem conseguido resolver rapidinho.

  O tumor de parótida inoperável devido à localização e do quadro clínico do paciente que não podia realizar procedimento cirúrgico por conta de um enfisema pulmonar também foi solucionado com ajuda da Fitotermoterapia. Nesse caso o paciente tinha dores lancinantes que nem mesmo a morfina conseguia abrandar. Suas dores foram aliviadas em 40 minutos e o tumor logo começou a diminuir e foi eliminado totalmente em 18 dias.

    O tumor tinha o tamanho de uma maçã grande. Infelizmente, na época não documentamos por meio de foto esse tumor. Temos apenas as testemunhas (amigos e familiares) e o médico que o acompanhou que classificou o caso como um grande milagre do procedimento, pois ele tomou conhecimento que seu paciente procurou esse recurso terapêutico, visto que a medicina nesse caso não podia fazer mais nada.

Mostramos fotos que ilustram um tumor de parótida e uma cirurgia quando ela pode ser realizada, pois se trata de uma cirurgia de alto risco, visto que esta região é circundada pela artéria carótida e a jugular.

 

O uso de um medicamento por si só, já pode causar iatrogênia, imagine o uso concomitante de vários medicamentos. A Fitoterapia reduz o uso deles, bem como conserta alguns dos estragos feitos por eles.

 

      Homem de 54 anos, por conta de um Enfisema Pulmonar tinha muita dificuldade de respirar e não conseguia mais caminhar e tinha dificuldade para dormir (ficada recostado em almofadas), devido a função reduzida do seu pulmão. Com duas semanas de um tratamento com  a Fitotermoterapia surpreendeu o seu Pneumologista ao apresentar melhora da função pulmonar.

         Em casos como este, até o momento a Pneumologia não tem meios para conter a evolução do Enfisema e nem formas de aliviar os seus sintomas. Como paliativo foi indicado o uso da bombinha.

 

Este é uma das  condições que rapidamente, isto é em poucas horas, será resolvida com ajuda da Fitoterapia

 

  O potencial da fitoterapia para cicatrizar úlcera

 Ver os casos abaixo relatado

 

       Mulher submeteu-se a uma cirurgia de histerectomia, depois de 48 dias, ainda estava com o corte cirúrgico aberto. Havia um quadro infeccioso que resistia ao antibiótico que estava sendo usado. Com ajuda da Fitoterapia, a infecção foi controlada e promoveu-se a cicatrização em uma semana. A imagem de como estava antes é assustadora porque o corte estava aberto  e todo infeccionado

 

Graças à fitoterapia, dona Irene, de 66 anos, moradora em São José dos Pinhais - Paraná, não entrou para o rol das milhares de pessoas amputadas (mutiladas).

   A foto mostra como estava antes e agora em fase de cicatrização.

 

     Também graças à fitoterapia, a dona Lucia, moradora na cidade de Panambi no Rio Grande Do Sul, também, não entrou para o rol das milhares de pessoas amputadas (mutiladas).

          A dona Lucia foi afetada de úlcera nas duas pernas (feridas crônicas), vinha resistindo à amputação de suas pernas, pois os médicos que avaliaram o seu caso insistiam que deveria ser amputada. Essas feridas submetia a dona Lucia a 24 horas de dor continua e lancinante durante anos. A foto mostra como estava antes e agora em fase de cicatrização. Com ajuda da fitoterapia, suas pernas em breve estará plenamente cicatrizado. Veja a evolução da melhora e como ficou.

Desculpem pelas fotos, mas o propósito é mostrar que o  pé da dona Irene e as pernas da dona Lucia foram salvos da amputação com ajuda da Fitoterapia. Os médicos queriam amputar. 

      Rapaz dilacerou o pé em um acidente de moto, após 2 anos de recorrentes infecções e a dificuldade de reconstituição dos tecidos e já com indicação para amputá-lo, pode enfim ver seu pé restabelecido.  Neste, caso o próprio médico sensibilizado com a gravidade do caso procurou o tratamento para seu paciente.

 

Este é o caso de uma pessoa jovem que submeteu a uma cirurgia de joelho e apesar das sessões de fisioterapia e de acupuntura, estava a 8 meses com o joelho inchado, não conseguia dobrar o joelho, não caminhava e tomava morfina para suportar a dor. Teve sua dor aliviada em poucas horas, no mesmo dia que iniciou o tratamento o joelho desinchou e para resumir em uma semana estava caminhando.

 

 Uma senhora sofreu fratura do fêmur o que desencadeou uma trombose. Estava sob uso de medicação forte (morfina) para o controle da dor. Conseguiu o controle da trombose, a suspensão do uso da morfina e do anticoagulante com ajuda da Fitotermoterapia. Nesse caso o alívio da dor ocorreu em 56 minutos e o Trombo se desfez com o tratamento.Este caso era complexo. a pessoa, além de ter outras enfermidades e da trombose estar evoluindo por responder o tratamento e por isso corria o risco de sofrer a amputação da perna, ela corria risco de hemorragia, pois suas plaquetas estavam estado crítico. Se suspendesse o anticoagulante agravava a trombose, se mantivesse o uso o risco de hemorragia era eminente. Literalmente, ela estava entre a cruz e a espada.

 

         Hemorroida não mata, mas incomoda muito com dores lancinantes. Diante de tantos sofrimentos e tratamentos (nó no vaso hemorroidário ou cirurgia) apenas paliativos e ineficazes, não é de se estranhar que as pessoas busquem por soluções menos agressivas. Com ajuda das ervas, em questão de minutos se promove o alívio da dor, da ardência e do inchaço até mesmo nas hemorroidas prolapsadas e trombosadas. Centenas de pessoas as solucionaram com ajuda da Fitoterapia.

       Como foi o caso da senhora Vera que estava com uma hemorroida trombosada, esperando por uma cirurgia. Suas dores lancinantes que há 3 semanas a impedia de sentar com ajuda da Fitoterapia foi aliviada em apenas 8 minutos, além disso, ela teve a diminuição do vaso hemorroidário trombosado, bem como da inflamação em 16 horas.

 

Essas verrugas se for retiradas cirurgicamente vão ter recidivas, mas serão eliminadas rapidamente e definitivamente com ajuda da Fitoterapia

 

As ervas medicinais, como parte de um tratamento podem ser acrescentadas ao cardápio, como mostrado na foto. Elas foram espalhadas sobre o bolo, misturadas a salada e a um suco e diluídas numa deliciosa sobremesa. Dessa forma complementamos o tratamento com a fitoterapia.

 

Um aspecto importante é o conhecimento de como extrair do chá (erva) o seu princípio ativo.

       Ainda hoje, propagam-se informações incorretas, por exemplo, que as folhas e flores não podem ser fervidas ou que cascas e raízes tem de ser.

Isso não é regra.

       Há plantas que, independentemente de se usar folha ou flor, precisam ser fervidas para liberar o seu princípio ativo, bem como há cascas e raízes que liberam suas substâncias apenas sorvendo água quente sobre elas. A Flor da Camomila, por exemplo, precisa para liberar o Azuleno (um dos seus princípios ativos) de um tempo de fervura. Esse é um dos exemplos, e faz cair por terra a informação errada de que as flores não podem ser fervidas.

        Vale salientar, que muita coisa que se fala e se distorce sobre ervas medicinais, tem a ver com as informações erradas que são ensinadas nos próprios cursos de fitoterapia, inclusive os oferecidos pelas faculdades e universidades, que para ministrar fitoterapia contrataram professores de farmácias para ensinar algo que eles não conhecem profundamente.

 

Quantidade de ervas

       A quantidade de erva para fazer o chá varia conforme a erva, mas é exatamente aqui que ocorre um dos maiores erros.

       Nos livros escritos por pseudos entendedores de ervas; cada autor coloca dosagens absurdas, que têm variado de 20, 30, 40 até 50 gramas, enquanto a dose média é de 3 a 10 gramas para ervas secas.
Há plantas que possuem princípios ativos tão severos que suas dosagens devem ser precisas.

        O fato das ervas serem naturais não elimina a necessidade de seu consumo com responsabilidade.
  Uma certa vez, vi num programa de tevê um profissional que dizia ser "entendido" em fitoterapia, ensinando uma receita com 50 gramas do guaraná em pó para 1 litro de água. Isto é um absurdo.

 

A porção mostrada na foto é muito grande  para apenas uma xicara de água. 

 

Para que a pessoa usufrua das substâncias funcionais presentes nos chás, eles devem ser elaborados da forma certa.

       A escolha do chá e a elaboração correta são fatores muito importantes para alcançar os resultados desejados. Na preparação, deve-se ter o cuidado de observar a dosagem das partes vegetais e sua forma de preparo e de uso, pois as intoxicações sempre ocorrem em virtude de quantidades excessivas de ervas, do preparo errôneo e do uso inadequado.

       O modo de elaborar um chá teve início a partir das orientações empíricas, por isso ainda conta com muitos erros inclusive o de que o chá age lentamente.  Ao contrário. O chá, se bem elaborado, tem ação rápida e, algumas vezes, até imediata, contrariando essa ideia de que age lentamente.

           Lembram daquela brincadeira de cochichar no ouvido, onde é falado para uma primeira pessoa um determinado assunto, para que esta repasse para a seguinte e assim sucessivamente, e, quando esta informação chega a última pessoa, já não tem nada a ver com o assunto inicial. O mesmo aconteceu com o uso das ervas, as receitas sofreram várias alterações nesse boca a boca.

 

Faz parte do curso de Fitoterapia online
 
Fitotermoterapia

A Fitotermoterapia é um recurso inovador e eficiente tem surpreendido e apresentado resultado extraordinário e imediato no alivio de dores.

                                                           

Cataplasmas

       A utilização de cataplasma para tratamento dos mais variados males, principalmente em processos inflamatórios, nas dores, nos ferimentos e machucaduras, sempre foi muito utilizada por pessoas que viveram em locais distantes como eu e não contavam com assistência médica. Era uma região desprovida de atendimento médico e hospitalar, onde o hospital mais próximo estava a 146 km de distância. A solução que tínhamos, especialmente quando uma criança acordava chorando com dor de ouvido, de garganta ou com cólica eram as cataplasmas.Também nos valíamos delas quando sofríamos ferimentos por conta do uso de ferramentas na roça e das travessuras das crianças que também geravam lesões. Os adultos sempre apresentavam uma dorzinha aqui outra acolá, que eram logo aliviadas com as compressas.

A composição da cataplasma variava dependendo da necessidade e do tipo de dor ou doença.

       Dessas necessidades que me fez buscar na natureza algo que pudesse auxiliar nos problemas de saúde que nos acometiam na época, valorizei muito esse excepcional recurso terapêutico. Considero que essas necessidades foram um passaporte para uma viagem a grandes descobertas e ao conhecimento, bem como para o aprimoramento das cataplasmas. Hoje, apesar de ter " acesso médico fácil" não abro mão de fazer uso das cataplasmas, devido aos seus benefícios e sua eficácia e sua contribuição para ampliar o potencial de alivio de dores e da melhora de condições clínicas complexas como, por exemplo, uma trombose.

Deixo as fotos de exemplos das cataplasmas que eu fazia. Fiz uma apostila das receitas dessas cataplasma e suas finalidades.

          >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

92 evidências cientificas confirmando a eficácias dos Óleos Essenciais em diversas condições clinícas.

Uma combinação de curcumina e óleo essencial de erva-doce melhorou significativamente os sintomas e qualidade de vida em pacientes com SII durante 30 dias. 

Pubmed   27308645   Publicado   31/05/2016   Estudo Humano

Utilizou-se uma mistura de óleos essenciais por inalação com um grupo de crianças de 3 a 4 anos para prevenir doenças respiratórias agudas e aliviar os sintomas da rinite. A mistura de óleo essencial foi considerada eficaz sem quaisquer efeitos secundários observados.

Pubmed 22334926 Publicado 31 / 12 / 2010 Estudo Humano

Ao clicar no número grifado, você será levado ao resumo da prublicação.

Os outros resultados serão publicados na coluna que estará a disposição exclusiva dos alunos do curso de fitoterapia. A apresentação mostra como o aluno vai receber os resultados das evidências que confirmam a eficácia.

 

27  Pesquisas confirmam a eficácias das terapia de lama (Argiloterapia)

A terapia da lama é uma opção favorável para o alívio da dor em pacientes com osteoartrite do joelho.

Pubmed 24008567  Publicado 30 / 09/ 2013 Estudo Meta Análise

Uma combinação de banho de lama e terapia de banho mineral tem valor terapêutico no tratamento da gonartrose.

Pubmed 7481482  Publicado 1/01/1995 Estudo Humano

Ao clicar no número grifado, você será levado ao resumo da prublicação.

Os outros resultados serão publicados na coluna que estará a disposição exclusiva dos alunos do curso de fitoterapia. A apresentação mostra como o aluno vai receber os resultados das evidências que confirmam a eficácia.

Fitogeoterapia

       Há um novo método denominado Fitogeoterapia, que pode trazer benefícios dessa ação medicinal, sem a necessidade de ir a locais que oferecem as lamas medicinais, geralmente caros e inacessíveis às pessoas de menor poder aquisitivo. E com uma vantagem: o indivíduo realiza o tratamento em casa. A aplicação é no local da dor, não há necessidade de banhar o corpo todo para atingir os benefícios.

        A fusão de dois potentes recursos naturais a fitoterapia e a geoterapia resultou na fitogeoterapia que é elaborada com componentes que formam uma grande sinergia e fortalece a atividade e a ação terapêutica de ambas. A Fitogeoterapia é o método que associa argila sulfurosa às ervas medicinais. Essa associação, cujos ativos dependem da indicação necessária a cada caso, aumenta o potencial de alívio e cura. Tem surpreendido e apresentado resultados extraordinários no alívio das doenças crônicas. Age em condições clínicas em que nem o mais avançado centro de saúde do mundo tem intervenções efetivas,  em algumas dores e em alguns processos inflamatórios. Apesar de tanta evolução nos tratamentos, o que existe apenas alivia o sintoma.

 

84  Pesquisas mostra as evidências científicas do Toque Terapêutico Massagem

A massagem melhora a dor muscular de início tardio induzida pelo exercício e o inchaço.

Pubmed 16284637 Publicado 01 / Jul / 2005 Estudo Humano

A terapia de massagem está associada com o aumento da capacidade citotóxica do sistema imunológico.

Pubmed 8707483 Publicado 1 de Fevereiro de 1996 Estudo Humano

Ao clicar no número grifado, você será levado ao resumo da prublicação.

Nessa matéria foi incluido a importância dos fitocremes na massagem. Os outros resultados serão publicados na coluna que estará a disposição exclusiva dos alunos do curso de fitoterapia. A apresentação mostra como o aluno vai receber os resultados das evidências que confirmam a eficácia.

 

 

Preparação de Licor medicinal

   Um licor medicinal é uma fusão de vários ingredientes que têm que interagir entre si, ser preparados de forma seletiva, de maneira a conseguir atividade biológica e resultados perceptíveis logo após seu uso.

 

Detox

Qual é o melhor suco detox? Quer saber tudo sobre os sucos e chás desintoxicantes?

Suco detox é igual ao suco verde? Sucos detox realmente funcionam?

Emagrecer com chá ou suco detox é possível?A detoxificação é uma necessidade dos tempos modernos? Por que devemos fazer um programa de desintoxicação?

Qual é a definição de um bom programa de desintoxicação?

Qual é a recomendação de uso do suco detox? Pode-se beber diariamente?

Quando beber? Quem pode beber? Quais os benefícios do suco detox para saúde e beleza da pele? Você vai se surpreender com os nossos sucos detox que é totalmente diferente dos pseudo-s “sucos detox” ensinados por aí.

 

Faz parte do curso de Fitoterapia online mais de 80 módulos com centenas de páginas. Ao todo serão, aproximadamente 2000 páginas com um super, inédito e rico conteúdo.

- módulo com noções gerais e evolução da Fitoterapia;

- módulo com plantas medicinais que devemos ter para um pronto socorro e vão agir em algumas urgências;

- módulo  com técnicas de preparo de algumas formas fitoterápica ilustradas por fotos.

- módulos  com as  ervas medicinais e sua ação no organismo, com as evidências cientificas mostradas pelos estudos que avaliaram as suas eficácias. Nesse módulo consta 88 ervas medicinais e condimentares com mais de 800 trabalhos científicos sobre sua eficácia e seus benefícios na prevenção, na regressão e na cura de mais de 300 doenças.

- modulos por doenças, exemplo: doenças cardíacas, doenças pulmonares, doenças hepáticas, doenças cerebrais, doenças osteoarticulares, doenças gastrointestinais, etc.

- módulo com Plantas medicinais que podem ser cultivadas em quintais, casas ou apartamentos;

 

 

Um módulo sobre as doenças cardíacas

>>>> As doenças cardiovasculares são as que mais afetam as pessoas de todas as idade, por conta disso, é importante acentuar o uso das Fitossubstâncias que podem ajudar na prevenção e na regeneração do coração.

   Para a prevenção ou para o tratamento das doenças cardiológicas necessitamos das ações farmacológicas das Fitossubstâncias que agem como:  antiplaquetária, antitrombótica, vasodilatadora, anti-hipertensiva, antiaterogênica, anticoagulante, fibrinolítica, hipolipidïaca, neocardiogênica, bloqueadoras de canais de cálcio, inibidora da angiotensina e anti-inflamatórias dirigida especificamente para o tratamento. Seguir orientações nutricionais e dos chás para fortalecer artérias melhorar o sistema cardiológico pode ajudar a reduzir riscos, os sintomas e consequentemente ajudar na recuperação mais rápida das doenças que afetam o coração.

>>>> Nessas doenças os módulos foram feito de forma separada para cada uma dessas ações acima mencionada, inclusive com um link para as publicações científicas das centenas de fitossubstâncias, as ervas medicinais e as plantas alimentícias que passaram pelo crivo científico e mostram evidências de eficácia terapêutica nas doenças cardiovasculares. 

      

Um módulo sobre todos os canceres

>>>> O câncer é a principal causa de mortalidade em muitos países industrializados. Felizmente, muita pesquisa tem sido feito nos últimos anos para descobrir ervas e alimentos que têm antioxidantes e outras propriedades protetoras que podem ajudar a prevenir o desenvolvimento de certos tipos de câncer.

    No final dos anos 90, as evidências de estudos pré-clínicos em animais sugeriu um papel importante dos compostos bioativos na redução do risco de câncer. Particularmente, verificou-se que vegetais e certos componentes bioativos de plantas possuem efeitos protetores.

Para vencer o câncer é preciso da ação das seguintes fitossubstâncias.

    A contribuição das ervas e de uma alimentação com fitossubstâncias com ação: anticarcinogênicas, anti-Inflamatórias, antimetastáticas, antineoplásicas, antioxidantes, antiproliferativas, apoptóticas, chemopreventivas, chemosensibilizadoras, imunoestimuladoras, imunomoduladoras, imunossupressoras, quimioprotetoras, quimioterapêuticas e radioprotetoras dirigida para  a prevenção e como um coadjuvante no tratamento dos cânceres, visto que os estudos científicos mostram que as fitossubstâncias e as ervas agiram de forma diferenciada em cada câncer.

     Seguir estas dicas nutricionais dos chás e das fitossubstâncias para fortalecer e melhorar o sistema imunológico pode ajudar a reduzir riscos, os sintomas e consequentemente ajudar na cura mais rápida da doença.

        

 

Quais doenças podem ser tratadas com ervas?

     Todas podem, porque, nas ervas, encontramos fitossubstâncias com potente atividade anti-inflamatória, anticoagulante, antibacteriana, antiviral, analgésica, antiúlcera, antialérgica.  A fitoterapia atua amplamente nas diversas especialidades, da dermatologia à cardiologia e da odontologia à veterinária. Veja abaixo a lista das doenças que já consta evidências de eficácia das ervas medicinais e das fitossubstâncias usadas nos seus tratamentos.

     A Fitoterapia por milhares de anos foi usada para salvar vidas e ajudar a lidar com todos os tipos de doenças. A fitoterapia pode ser usada em qualquer fase das doenças ou para evitar o agravamento em um determinado estágio de doenças agudas e graves. O uso de ervas contribui para acelerar processo de cicatrização e reduzir significativamente o número de medicamentos consumidos e um tempo de internamento, por exemplo, bem como ajudar na recuperação mais rápida de pós cirurgias.

Na prevenção de muitas doenças, a fitoterapia é o tratamento principal.

Abaixo, veja a lista das enfermidades que a Fitoterapia teve êxito.

 

Para todas as condições abaixo citada  existe fitossubstâncias e ervas medicinais com evidências avaliadas por trabalhos cientificos controlados.

>>>>>Afta, Alta Homocisteína, Alveolite: Fibrosação, Amebíase, Amigdalite, Amônia: Elevada, Anemia, Aneurisma, Aneurisma Aórtico, Aneurisma Cerebral, Angina Pectoris, Ansiedade, Ansiedade: Pré-operatório, Arritmia cardíaca, Artérias entupidas, Arteriosclerose, Artralgia, Artrites, Asma brônquica, Assaduras, Ataque cardíaco:recuperação, Ataque isquêmico transitório, Ateroma, Aterosclerose, AVC: Prevenção....

>>>>>Bilirrubina: Elevada, Blefarite, Bronquiolite, Bronquite,Bronquite aguda, Bronquite crônica.

>>>>>>Cãibra muscular, Cãibras nas pernas, Calcificação aórtica, Calcificação Arterial, Calcificação da Glândula Pineal, Calcificação ectópica, Calcificação Vascular, Calcificação: Arterial, Calcificações Cerebrais, Calcificações esplênicas, Cálculos biliares, Cálculos renais, Candidíase, Candidíase: Vulvovaginal, Candidose Oral, Capsulite adesiva, Cardiomegalia, Cardiomiopatia, Cardiomiopatia: Dilatada, Cardiomiopatia: Hipertrófica, Caspa, Catapora, Catarata, Caxumba, creatinina Elevada, Cervicite, Cesariana: Recuperação, Ciática, Cicatrização, Cicatrização da Ferida, Cicatrizes, Cirurgia: Pré-tratamento, Cirurgia: Recuperação, Cistite, Cistite intersticial, Cistite: Hemorrágico, Cistite: Intersticial, Coagulação, Colecistite, Colesterol em Crianças, Colesterol Oxidação, Colesterol: relação LDL / HDL, Cólica, Cólicas abdominais, Cólicas menstruais, Cólicas uterinas, Colite, Colite Ulcerativa, Colite: mucosa, Congestão nasal, Conjuntivite, Conjuntivite alérgica, Conjuntivite: Bacteriana, Constipação crônica, Constipação: Pós-operatório, Convulsões epilépticas.

>>>>Depressão, Dermatite atópica,  Dermatite seborréica, Dermatite: Actínica, Dermatite: Contato, Dermatite: Eczematosa, Dermatite: Esfoliativa, Diabetes, Diarréia, Disenteria, Disfagia, Disfasia, Disfunção Endotelial, Disfunção Sexual, Disgenesia testicular, Dislipidemias, Dispepsia, Distrofias Musculares, Diverticulite, Diverticulose, Doença Arterial Coronariana, Doença arterial periférica, Doença articular degenerativa, Doença cardíaca, Doença Cardíaca Isquêmica, Doença cardiovascular, Doença celíaca, Doença Celíaca: Prevenção, Doença Celíaca: Recuperaçã, Doença da vesícula biliar, Doença de Alzheimer, Doença de Chagas, Doença de Crohn, Doença de Peyronie, Doença Degenerativa do Disco, Doença diverticular, Doença hepática, Doença Hepática Alcoólica, Doença hepática gordurosa não alcoólica, Doença hepática: estresse oxidativo, Doença iatrogênica, Doença obstrutiva crônica das vias aéreas, Doença ocular: relacionada à idade, Doença poliquística da tireóide, Doença poliquística do fígado, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, Doenças articulares, Doenças Brônquicas, Doenças cardiovasculares, Doenças Cardiovasculares: Prevenção, Doenças cerebrais, Doenças Conjuntivais, Doenças da amígdala, Doenças da Bexiga Urinária, Doenças da Cartilagem, Doenças da coluna vertebral, Doenças da tireóide, Doenças das unhas, Doenças das vias aéreas alérgicas, Doenças das Vias Biliares, Doenças da pele, Doenças do Trato Urinário, Doenças Esofágicas, Doenças Esplênicas, Doenças faríngeas, Doenças gastrointestinais, Doenças Genitais: Masculino, Doenças Inflamatórias do Intestino, Doenças Intestinais, Doenças Neurodegenerativas, Doenças oculares, Doenças Periodontais, Doenças pulmonares, Doenças Pulmonares Intersticiais, Doenças respiratórias, Doenças Reumáticas, Doenças Testiculares, Doenças Urogenitais Masculinas, Doenças Uterinas, Doenças Vaginais, Doenças Vasculares, Doenças Vasculares Periféricas, Doenças vulvares.

>>>>Dor, Dor crônica, Dor da coluna lombar: pós-cirúrgico, Dor de cabeça, Dor de garganta, Dor cervical,  Dor lombar, Dor muscular, Dor nas articulações sacroilíacas, Dor nas costas, Dor neuropática, Dor no calcanhar, Dor pós-cesariana, Dor Músculo-esquelética, Dor parte inferior das costas, Dor Pós-operatório, Dores de cabeça, Dores de cabeça cervicogênica, DPOC..

>>>>> Ecstasia da Artéria Coronária, Eczema, Edema, Edema da Perna, edema laríngeo, Edema pós-operatório, Edema pulmonar, Ejaculação precoce...

>>>> Encefalite, Encefalite herpes simplex, Encefalite: Japonês, Encefalomielite, Endometrioma, Endometriose, Endometrite, Endurecimento Arterial: Elasticidade, Enfisema Pulmonar, Enjoo matinal, Enterocolite, Envelhecimento da pele, Envelhecimento Cérebro, Envelhecimento Coração, Envelhecimento Fígado,  Envelhecimento imunossecência, Enxaqueca, Enxaqueca Menstrual, Enzimas do Fígado Elevada, Eosinofilia, Epidermólise bolhosa, Epididimite, Epilepsia, Epilepsia: Com Calcificações Cerebrais, Erupções cutâneas, Esclerodermia, Esclerose lateral amiotrófica (ELA), Escoliose, Esofagite, Esofagite eosinofílica, Espasmo Colônico, Espasmo da Artéria Coronária, Espasmo gástrico, Espasmo Intestinal, Espasmo muscular, Espasticidade muscular, Espessamento Arterial, Espessamento da Mídia Intima, Espondilite anquilosante, Espondilose, Espondilose cervical, Esporão ósseo, Esquizofrenia, Estase linfática, Esteatose hepática, Estenose aortica, Estenose carotídea, Estenose espinal, Estenose intestinal, Estomatite da dentadura, Estomatite: Aftosa, Estomatite: induzida pela quimioterapia, Estreitamento da Artéria Carótida...

>>>>Faringite, Febre do feno, Ferimento da pele, Fibrilação atrial, Fibrilação ventricular, Fibrinogênio Elevado, Fibromialgia, Fígado gordo, Fissura anal, Foliculite...

>>>>Gangrena, Gás intestina, Gastrite, Gastroenterite, Gengivite, Giardíase, Glaucoma, Gonartrose, Gota, Gota exoftálmica, Gripes e resfriados...

>>>>Halitose, HDL: Baixo, Helmintíase, Hematomas, Hemorróidas, Hepatite, Hepatite A, Hepatite B, Hepatite C, Hepatite Crônica, Hepatite E, Hepatite: Colestática, Hepatite: Induzida pela Vitamina A, Hepatite: Induzida por Lectina (concanavalina), Hepatomegalia, Hérnia de disco, Herpes genital, Herpes Simplex: Labial, Herpes Zoster, Herpes zoster ceratite, Herpes: Ocular, Herpes: Queratite, Hiperamonemia, Hipercalemia, Hiperglicemia, Hiperlipidemia, Hipertensão Arterial, Hipertensão intra-ocular, Hipertensão Ocular, Hipertensão ocular: Induzida por esteróides, Hipertensão pulmonar, Hipertensão: Portal, Hipertensão: renal, Hipertrofia Adrenal, Hipertrofia Cardíaca, Hipertrofia Glomerular Diabética, Hipertrofia Ventricular Direita, Hipertrofia ventricular esquerda, Hipertrofia: Ventrículo Direito, HIV, Homocisteína: Elevada ....

>>>>Icterícia, Ictiose, Impotência, Imunoterapia, Infarto do Miocárdio: Prevenção, Infecções por vírus: resistentes a drogas, Infecções pós-operatórias, Infecções pós-parto, Infecções respiratórias, Infecções Respiratórias do Vírus Sincitial, Infecções Respiratórias Inferiores, Infecções Respiratórias Superiores, Infecções respiratórias: Prevenção, Infecções virais, Inflamação, Inflamação da vesícula biliar, Inflamação Gastrointestinal, Inflamação pulmonar, Inflamação: Leucócito, Inflamação: Mediada por Neutrófilos, Insetos: Repelente, Insônia, Insuficiência venosa, Irritabilidade, Isquemia, Isquemia cerebral,  Isquemia Cerebral Transitória, Isquemia do miocárdio, Isquemia do Nervo Óptico, Isquemia Intestinal....

>>>>Leiomioma, Leishmaniose, Lepra, Letargia, Leucemia, Leucemia , Leucodistrofia, Leucopenia, Leucopenia: induzida pela quimioterapia, Libido sobre-ativa, Libido: Baixo,Linfadenopatia, Linfedema, Linfócitos T: Anormalidades Morfológicas, Linfopenia, Lípidos Elevados de Sangue, Lúpus eritematoso sistêmico, Lúpus eritematoso: cutâneo, Lúpus Nefrite..

>>>> Maculopatia, Maculopatia: relacionada à idade, Mal de Parkinson, Malária, Mastite, Mastoidite, Meningite Eosinofílica, Meningite: Aséptica, Meningite: Bacteriana, Meningite: induzida por drogas, Meningite: Viral, Menorragia, Metabolismo: Baixo, Mialgias, Miastenia grave, Micoses, Mielite, Miocardite, Miocardite: Auto-imune, Miocardite: Viral, Miofasceíte macrófaga, Miopatia mitocondrial: acidose láctica: episódio de acidente vascular cerebral, Miopatia Iatrogênica, Miopatias, Miopatias Inflamatórias, Miopatias mitocondriais, Miopatias Necrotizantes Imunomediadas, Miopericardite, Miosite, Miosite Migrans, Miosite: Focal, Mucosite, Mucosite Oral...

>>>>Náusea, Náusea induzida pela quimioterapia, Náusea associada à gravidez, Náusea  de movimento, Náusea: induzida por quimioterapia, Náuseas pós-operatório, Necrose avascular de osso, Necrose da pele, Necrose miocárdica, Necrose tubular renal: aguda, Nefrite, Nefrocalcinose, Nefrolitíase, Nefropatia, Nefropatia diabética, Nefropatia IgA, Nefropatia Obstrutiva, Nefropatia por ácido úrico, Nefropatia: Diabética,  Nefropatia: Infecciosa, Nefropatia: Membranosa, Idiopática, Neovascularização Corneana, Neovascularização coróide, Neuralgia, Neuralgia ciática, Neuralgia Pós-Herpética, Neuralgia trigeminal, Neurite do plexo braquial, Neurite óptica, Neurodegeneração, Neurofibromatose, Neuropatias, Neuropatias Diabéticas, Neuropatias Do Plexo Braquial, Neuropatias periféricas, Neuropatias Sensoriais, Neutrófilos: danificados, Neutrófilos: Elevados, Neutropenia, Neutropenia: Cíclica, Neutropenia: induzida pela quimioterapia, Neutropenia: induzida por drogas, Nódulo da tireóide, Nódulo pulmonar....

>>>>Ombro congelado, Osteoartrite, Osteoartrite: Atlantoaxial, Osteoartrite: Joelho, Osteoartrose, Osteoclastoma, Osteófito, Osteofitose: Espinhal, Osteomalacia, Osteomielite, Osteonecrose, Osteopenia, Osteopenia e Osteoporose: Masculino,  Osteoporose, Osteoporose: Em Crianças e Adolescentes, Osteoporose: hipogonadal, Osteoporose: induzida por drogas, Osteoporose: induzida por esteróides, Osteoporose: Inflamação Induzida, Osteoporose: Masculino, Osteoporose: Osteoclastos sobre-ativos,  Osteoporose: relacionada à idade, Osteossarcoma, Otite, Otosclerose...

>>>>Pancitopenia, Pancreatite,  Pancreatite crônica, Pancreatite: Necrotização aguda, Papiloma, Papilomatose respiratória recorrente , Papilomavírus Humano (HPV), Paralisia Flácida Aguda, Paralisia Supranuclear: Progressiva, Parapertussis, Parar de fumar, Parkinson, PCR elevado, Pé de atleta, Pedras da bexiga, Pedras nos Rins: Hiperoxalúrica,

>>>>Perda de memória, Periartritis do ombro, Pericardite, Periodontite, Peritonite, Peritonite: Bacteriana, Picada de inseto, Pielonefrite, Piolhos, Placa Arterial, Placas aórticas, Plaquetas Baixa, Pleurisia, Pneumonia, Pneumonia associada ao ventilador, Pneumonia Eosinofílica, Pneumonia: induzida por drogas, Pneumonia: Intersticial, Pneumonite: Sarampo, Poliarterite Nodosa, Poliartrite, Polimialgia Reumática, Polimiosite, Polineuropatias, Pólipos do cólon, Pólipos gastrointestinais, Pólipos Intestinais, Pólipos nasais, Pólipos Sinonasais, Polipose Gástrica, Prediabetes, Pressão Arterial Alta, Prisão de ventre, Proctitis, Proctocolite: Ulcerativa, Prolapso da válvula mitral, Prostatite bacteriana, Prostatite aguda, Prostatite Crônica, Proteína C-reativa alta, Prurido, Psoríase, Ptose da mama (flacidez), Purpura: trombocitopênica, Pustulose palmoplantar...

>>>>Qualidade do Esperma Baixo,  Queilite, Queimadura de sol, Queimaduras, Queoide, Queratite, Querato conjuntivite Vernal, Queratose actínica, Queratoses, Radiodermatite, Recuperação pós-operatória, Refluxo gastroesofágico, Refluxo Gastroesofágico, Refluxo vesicoureteral, Resfriado comum, Resfriado e Gripe, Retinite Pigmentosa, Retinopatia da prematuridade, Retinopatia Diabética, Reumatismo, Rinoconjuntivitis alérgico, Rhinorea, Rinite, Rinite alérgica, Rinossinusite,

>>>>Sarampo, Sarcopenia, Sarna, Sinusite

>>>>Taquicardia, Tendinite,Tendinopatia, Tendinose, Tendinose de Aquiles, Teratoma, Tinea Pedis, Tosse,  Triglicéridos Elevados, Trombo, Trombocitopatia, Trombocitopenia, Trombocitose, Tromboembolismo, Tromboembolismo Pulmonar, Tromboembolismo venoso, Tromboflebite, Trombose, Trombose Venosa...

>>>> Úlcera aftosa, Úlcera cutânea, Úlcera da córnea, Úlcera de Decúbito, Úlcera de pressão, Úlcera diabética, Úlcera duodenal, Úlcera esofágica,  Úlcera gástrica, Úlcera Gastroduodenal, Úlcera nas pernas, Úlcera péptica, Úlcera venosa, Urolitíase...

>>>> Varicela, Varicocele, Varizes, Verrugas, Vômito.

 

      Foram confirmados por estudos científicos fitossubstâncias e Fitonutrientes com ações farmacológicas: 

 Analgésicas, Ansiolítica, Antiapoptótica, Antiadipogênica, Antialérgicas, Antiandrógena, Antiangiogênica, Antiansiedade, Antiaterogênico, Antibacteriana, Anticarcinogênicas, Anticolesteroides, Anticonvulsivas, Antidepressivas, Antidiarreicas, Antiespasmódica, Antifibrótica, Antifúngicas, Antiglicação,  Anti-hipertensivas, Antiproliferante, AntiHIV, Anti-infecciosas, Anti-inflamatórias, Antimetástica, Antimicrobacteriana, Antimicrobiana, Antineoplásicas, Antioxidantes, Antiparasitárias, Antiplaquetas, Antipalúdicas, Antinoceceptiva, Antiproliferativa, Antiprotozoário, Antitrombótica, Antitumor, Antiulcera,  Antivirais, Apoptótica , Broncodilatadora, Cardioprotetora, Cardiovasculares, Chemopreventiva, Chemosensibilizadora, Colagogas e Coleréticas, Citoprotetora, Dermatológicas, Desintoxicante, Fibrinolíticas, Diuréticas, Fotoprotetora, Galactogoga, Gastroprotetora, Gastrointestinais, Hematopoiética, Hipnóticas e Sedativas, Hipoglicêmicas, Hipolipidemia, Hipotensiva, Imunomoduladora, Imunossupressoras, Imunoestimulante, Leishmanicida, Lipolítica, Neocardiogênica, Neuritogênica, Neurogênese, Neuroprotetoras, Osteogênica, Pancreato Protetiva, Profiláticas, Osteoprotetora, Quimioprotetoras, Radioprotetora, Quimioterapêutica, Regenerativa, Secretagoga, Renoprotetora, Supressora de oncogenes, Teratógenas, Telomere Protetiva, Serotonérgica, Uterotônica, Vasodilatadores, Termogênica vasoprotetoras.              

             A lista das fitossubstâncias com essas ações farmacológicas acima mencionadas, bem como os links das evidências científicas dos respectivos estudos, já estão disponíveis para os alunos do curso de Fitoterapia online:

Gosto de citar alguns exemplos, para que entendam a importância de um bom curso

Erva fresca ou seca?

Muitas vezes, há diferenças de opinião entre herbalistas se usando uma erva fresca é superior a uma erva seca. Da mesma forma, muitos dirão que um extrato de fluido aquecido, cozido ou cozido no vapor é inferior a um extrato processado a frio.

Evite esses argumentos, pois nenhuma das opiniões é sempre correta. Depende realmente o que você quer conseguir!

Alguns compostos são solúveis em água e podem ser processados ​​a frio. Outros são solúveis em óleo e beneficiam-se de destilação e são liberadas da planta somente em temperaturas mais altas. Outros são frágeis e rapidamente destruídos pelo tempo e pelo calor. Às vezes, as plantas frescas são processadas em extratos diretamente dos campos, mas geralmente as plantas são secas para evitar a deterioração. Isso permite que eles sejam armazenados. Do ponto de vista prático, há muitas vezes apenas uma ou duas colheitas de uma erva cultivada por ano, desse modo a secagem que reduz o teor de água, permite que a planta possa ser armazenada. A maioria das plantas contêm 60 a 80 por cento de umidade quando colhidas e devem ser secas até 10 a 14 por cento de umidade antes do armazenamento.

As propriedades das plantas podem variar.

A força de seus compostos irá variar de ano para ano, de acordo com o clima, condição do solo e uma miríade de outros fatores, bem como de processamento, mas nossos corpos vão responder a uma grande variedade de qualidade e força.

Ao longo dos anos, tenho percebido que a forma como uma erva é preparada e extraída tem resultados muito diferentes que às vezes são vitais para corrigir o tratamento e também que a dosagem é crítica. No entanto, os argumentos de  fresca ou seca e infusão ou aquecido não são realmente relevantes. O que é relevante é a qualidade da planta enquanto ela está crescendo e, em seguida, o tipo de processamento realizado é o mais adequado à bioquímica do medicamento que queremos criar para a condição específica a ser tratada.

Os seguintes exemplos de pesquisa sobre uma variedade de ervas ilustra isso.

Ginger Zingiber officinale

Curiosamente, o gengibre fresco não libera cntém o zingerone. É apenas por aquecimento do gengibre que gingerol, que está presente, é transformado em zingerone. Isto explica porque os povos que tentaram o gengibre em pó em cápsulas ou a tintura infundida fria reivindicam não têm nenhuma eficácia.

É melhor fresco ?

No entanto, no tratamento da dor da inflamação na osteoartrite parece que há pouca diferença no efeito entre gengibre cru e aquecido. Ambos funcionam tão eficazmente 25% v 23% fonte 20418184  A suplementação diária com gengibre reduziu a dor muscular causada pelo exercício excêntrico, e este efeito não foi aumentado pelo tratamento térmico do gengibre.Este estudo demonstra que o consumo diário de gengibre cru e tratado termicamente resultou em reduções moderadas a grandes na dor muscular após lesão muscular induzida por exercício. Nossos achados concordam com aqueles que apresentam efeitos hipoalgésicos de gengibre em pacientes com osteoartrite e demonstram ainda a eficácia do gengibre como analgésico.

Há também a questão da dose e frequência. Uma dose de 2 g tomada 45 minutos após o exercício não teve efeito discernível para um placebo, mas quando tomado diariamente houve uma diferença substancial com o gengibre sendo um tratamento mais eficaz do que um placebo. fonte 21031618 .

Vejam a eficácia do gengibre no tratamento da diarréia. Também é excepcionalmente eficaz para doença de viagem, doença de manhã e náuseas de quimioterapia. O ingrediente ativo Zingerone é provavelmente ativo no tratamento da diarréia causada por E coli (Escherichia coli) e outros microorganismos que liberam toxinas em nossos intestinos. Tá aí, a razão de casos em que uma pessoa vai jurar que um chá funciona e a outra acha que "não funciona" ou não tem nenhum efeito. Por quê? o gengibre fresco não libera o zingerone. Neste caso, pode-se argumentar que apenas um calor processado gengibre será eficaz contra a diarréia. Uma tintura processada fria ou cápsulas de raiz em pó não vai ajudar.

 

Tomando óleos essenciais internamente

Eu, frequentemente encontro outros problemas com o uso dos produtos naturais, além dos problemas com mau uso das ervas. Outra questão é a promoção generalizada do uso interno de óleos essenciais.

 

       Buscar conhecimento é uma atitude inteligente do profissional, seja ele de medicina, farmácia, enfermagem, odontologia, fisioterapia, estética, massoterapia, nutrição, veterinária e da naturologia. Se a universidade não ensina, cabe ao profissional buscar o conhecimento fora dela.

        Embora a medicina moderna esteja bem desenvolvida, atualmente, um sentimento geral de decepção com a medicina convencional e o desejo de adotar um estilo de vida saudável tem levado à utilização crescente da fitoterapia, inclusive em países desenvolvidos.

        Hoje, estamos diante de uma fitoterapia muito mais científica, já que existem estudos e trabalhos com um rigor científico mostrando que esta ou aquela planta é eficaz em determinadas condições clínicas e/ou estéticas.

 

        A formação do profissional do nutricionista, por exemplo, não oferece a fitoterapia plena, (dão apenas noções de chás medicinais) e a cada dia, a prática do profissional neste segmento se torna cada vez mais essencial. Atuar na prática clínica separando esses conceitos nutricionais e fitonutricionais afasta o profissional do destaque que ele merece ocupar perante seus clientes e ou pacientes.

       Cresce a cada dia a procura do profissional nutricionista que realmente entenda de chás medicinais e de fitonutrientes e aplicação na melhora, na regressão e até na cura de doenças. A junção da ciência da nutrição com a fitoterapia promove condições de oferecer aos clientes receitas equilibradas  e saborosas para a reposição dos fitonutrientes que não se ingerem por meio das refeições normais.

A Nutrição Regenerativa por meio dos chás, por exemplo, é uma forma para se chegar a resultados satisfatórios nas condições clínicas dos pacientes.

Esse curso vai acrescentar ao nutricionista um conhecimento  que, até o momento  nenhuma faculdade pode proporcionar.

 

    O uso de plantas medicinais veio crescendo e hoje ocupa espaço inclusive na saúde pública do País. O reconhecimento da fitoterapia como prática terapêutica segundo as diretrizes das Políticas Nacionais de Práticas Integrativas e Complementares e de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, despertou o interesse de diversos profissionais em incorporar conhecimentos que fundamentem essa prática.

 

     É preciso evitar a desmoralização da fitoterapia, utilizando fontes erradas e equivocadas de informação, tais como: livros, revistas comerciais, sites, blogs e até cursinhos sem nenhum compromisso com a verdadeira fitoterapia e profissionais sem experiência que fazem indicações de tratamentos fitoterápicos ineficazes. 

      O profissional mal preparado também contribui para desmoralizar a fitoterapia. Eles fazem indicações que não funcionam e o paciente, por sua vez, atribui a falta de eficácia à planta indicada, não percebendo que aquele profissional é que não entende de plantas medicinais e ou foi mal preparado.

No dia 3 de novembro 2013, o Domingo Espetacular, programa veiculado pela TV Record, falou de plantas medicinais. Seria uma boa matéria, se não fosse o desserviço prestado ao dizer que as ervas tem efeito demorado.

No dia 16/10/09, o Globo Repórter entrevistou uma professora de uma universidade, que também prestou um desserviço quando falou que os fitoterápicos são para doenças mais simples e são mais indicados para problemas mais leves.

      Os entrevistados dos referidos programas, ao dizer que as ervas tem efeito demorado e devem ser usadas apenas para doenças mais simples e são mais indicados para problemas mais leves, mostraram com essas colocações que não entendem do assunto que se atreveram a falar e com isso "causaram um desestimulo" a quem pensava em buscar a fitoterapia para coadjuvar com os tratamentos oferecidos pelos seus médicos.        

    É de bom senso, quando não se conhece um assunto buscar assessoria de quem realmente entende e não de pseudos fitoterapeutas e pseudos "entendidos" de plantas medicinais, como é  o caso da professora entrevistada na matéria.

         Para transmitir conhecimento é necessário muito mais que cursos sobre um presumido conhecimento e não é apenas falar porque ouviu ou leu. Mas ainda há aqueles que consideram a sabedoria dos livros e do conhecimento titulado seja a única legítima, representa a verdade. Isto é um problema numa sociedade com baixos níveis culturais e com uma cultura de pensamento crítico quase inexistente, fator que explica o porquê de, até pessoas que deveria saber melhor, muitas vezes se deixarem levar por informações apenas porque estas foram transmitidas por um médico ou uma professora da universidade. Isto é perigoso, especialmente quando a desinformação está disponível num mero clique e onde as pesquisas e as leituras são geralmente feitas de forma superficial. Também pudera num país de cultura acadêmica, no qual se referencia sempre no conhecimento científico.

 

Fitoterapia, não é usada apenas por pobres. Representa a primeira escolha de milhões de pessoas em países desenvolvidos como a Alemanha e os Estados Unidos. Os adeptos enxergam outras grandes vantagens.

  • Primeira: os remédios naturais tem menos risco de efeitos colaterais que os alopáticos.
  • Segunda: na maiorias das vezes,  são mais eficazes.
  • Terceira: a fitoterapia promove resultados onde não há mais nada a fazer.

Você não tem que viver o “resto de sua vida” na dor ou em uso de medicação.

   Você pode reverter doenças, reduzir a pressão arterial elevada, os níveis alto de colesterol, prevenir doenças cardíacas e câncer tudo isso sem depender de remédio. Acredite ou não, há pessoas que não dependem de medicação para eliminar seus sintomas, melhorar a sua saúde, e reverter os danos das suas doenças. A ciência tem feito grandes descobertas sobre ervas medicinais nos últimos anos, e quando ela é aplicada corretamente nos permite assumir o controle da nossa saúde. Este curso traz aos alunos, conhecimentos poderosos que se colocado em prática para usar na sua vida diária e de seus pacientes, verá rapidamente os benefícios e potencialmente alterará a vida.

A fitoterapia ajuda a preservar a saúde e também a prevenir doenças.

 Algumas pessoas já fazem uso regular da fitoterapia para reforçar o tratamento convencional, há muitas evidências que indicam que pacientes que fazem uso desse recurso têm maiores índices de recuperação que aqueles que apenas seguem o tratamento convencional. As ervas medicinais podem prevenir e reverter doenças crônicas e transformar a sua saúde. Dependendo da adesão os resultados clínicos logo aparecem nos exames laboratoriais.

 

Guerra no mundo natural da saúde

       Há uma guerra silenciosa travada no mundo natural da saúde. A batalha é entre aqueles que estão genuinamente interessados ​​em ajudar as pessoas a melhorar a sua saúde e aqueles que estão apenas empurrando produtos sem boa ciência ou mesmo uma tradição histórica de uso.

   Você sabe se uma erva é segura? Tem uma história de uso?

Examine se é natural, com uma longa história de uso, ou se é um composto relativamente novo, químico ou extrato sem uma história de uso. Se a erva ou suplemento tem sido usado no Herbalismo tradicional por um tempo apreciável, provavelmente haverá uma história documentada de uso até por centenas de anos. Embora existam coisas que são seguras e eficazes não encontradas nesses sistemas, a grande maioria dos remédios naturais já foram utilizados por centenas e, por vezes, milhares de anos.

Você sabe o que fazer quando há tanta informação falsa ou enganosa na internet?

 E, finalmente, você sabe em quem confiar?

       Há empresas que convence profissionais praticantes de tratamentos complementares que seus produtos irá curar tudo, desde a malária ao câncer, tudo sem um pingo de evidência. Existe produtos que estão sendo comercializados por proponentes apaixonados sem um real histórico ou evidência científica para apoiar a sua segurança ou eficácia. A triste coisa sobre isso é que faz toda a  saúde natural ficar ruim aos olhos de cientistas respeitáveis ​​e profissionais médicos, bem como das pessoas bem esclarecidas e informadas no público em geral.

 

Obtenha Ajuda Competente

Encontrar um profissional competente para ajudar a guiá-lo através do campo minado do marketing e de pseudos terapeutas da saúde natural  e dos curandeiros que vendem um produto que cura tudo é difícil.

Há pessoas fora da medicina moderna que dedicam suas vidas a ajudar os outros. Estas são pessoas com treinamento extensivo que não lhe dará respostas fáceis, nem oferecem curas milagrosas, mas irá ajudá-lo a integrar ervas com mudanças alimentares que você precisa para se sentir melhor.

Localizar Informações de Terceiros

Ao procurar artigos no herbalismo e nas terapias complementares sempre encontramos a informação escrita por alguém que está vendendo um produto que está relacionado ao artigo. É difícil encontrar informações imparciais de alguém com um interesse financeiro em um produto.

 

       O Curso presencial que iniciaria em março e terminaria em julho de 2017 foi adiado. Realizamos apenas um curso presencial por ano. Obs: tivemos dificuldade de encontrar um espaço compátivel ao que tinhamos e por 11 anos realizamos curso nele. Tratava-se de uma chacara com uma infraestrutura para esse tipo de curso, mas fomos surpreendidos com a venda da mesma e segundo os novos proprietários a destinação do local mudou apenas para eventos festivos.

Por conta disso, realizaremos apenas o curso online até conseguirmos um novo local com estruturas compátiveis com o anterior.

 

      Veja o que disse uma participante um curso presencial.

 “O conhecimento adquirido superou as minhas expectativas e foi superior ao que recebi na faculdade de naturologia, onde aprendi muito pouco sobre fitoterapia, por isso sentia-me insegura na hora de fazer uma orientação fitoterápica ou elaborar um plano de tratamento.”

 

A ministrante do curso conta com 46 anos de estudo das plantas medicinais e é autora de cinco livros.

Investimento: R$............ . Segunda-feira postarei o valor e a forma de pagamento

Escritório - AV: Da Integração 1537 A – Bairro Alto - Curitiba - PR
(41)     41 41 06 45 fixo / 9 98 06-55 53 tim

 

 

 

 

Pesquisar no site

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade