Aveia na alimentação

   A aveia é um cereal muito nutritivo, que possui cálcio, ferro, proteínas, além de vitaminas, hidratos de carbono e fibras. A aveia é um alimento muito rico nutricionalmente e devia fazer parte da nossa alimentação de uma maneira regular.

   A aveia é considerada um dos melhores alimentos para a longevidade, os seus fitonutrientes ajudam nosso corpo a lutar contra doenças crônicas. É uma importante fonte de hidratos de carbono, boa fonte de energia, ideal para quem pratica exercício físico.

   Independentemente se for consumida crua ou cozida, as propriedades nutricionais da aveia são muitas, aproximadamente 300 calorias por uma porção de 100g, que incluem fibras, proteínas (a maioria dos aminoácidos essenciais), gorduras monoinsaturadas e polinsaturadas, vitaminas Tiamina (B1), Ácido Pantoténico (B5) e Folato (B9) e minerais (cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio e manganês).

    Existem estudos que dizem ainda que o consumo de aveia em diferentes quantidades está associado ao controle da glicemia (açúcar no sangue), manutenção e diminuição do colesterol sanguíneo ajudando a regular os níveis do colesterol LDL (“mau”) e a baixar a pressão arterial ajudando no seu controle. Também tem um papel importante no sistema gastrointestinal, regulando os movimentos intestinais, evitando a obstipação (intestino preso).

Na pele

Existe algo mágico na aveia, ela é ancestralmente considerada boa para a pele. No Egito, em 2000 a.C., os médicos descobriram as propriedades emolientes da aveia em pó. Os especialistas reconheceram a sua eficácia e benefícios para aplicação na pele e, através dos séculos, têm utilizado este cereal em cuidados dermatológicos.

   A aveia é ideal para ser utilizada na prevenção de alterações cutâneas ou como coadjuvante de tratamentos dermatológicos. A composição da aveia é rica em ingredientes amigos da pele, como os ácidos avenicos A e B, ácido pantotênico, ácido salicílico, vitaminas B1 e B2, beta-glucanos e uma alta percentagem de aminoácidos, que dão suavidade à epiderme irritada.

 

Devido às suas propriedades calmantes, a aveia está recomendada no alívio imediato da irritação e da vermelhidão da pele.

    Os lípidos, os polissacarídeos e as proteínas exercem uma ação funcional na pele. Os lípidos atuam como emolientes e agentes protetores, exercendo também exercem uma ação de limpeza, absorvendo as impurezas de natureza oleosa; os polissacarídeos proporcionam a hidratação e um filme protetor.

O elevado teor em lípidos insaturados e a presença de hidrocoloides na aveia exercem uma ação lubrificante e emoliente quando em contato com a pele.

 

Ação de hidratação

   Graças à sua capacidade de reter as moléculas de água, a aveia forma uma fina camada protetora, que retarda a evaporação e proporciona à pele o nível adequado de hidratação.

Estas propriedades adaptam-se especialmente às necessidades da pele, razão pela qual é considerado um ingrediente dermatológico.

   A medicina popular europeia prescreve banhos de aveia para peles secas e sensíveis, regiões onde há a sensação de comichão, ardor ou eritema. Esse uso tradicional da aveia como calmante da pele está cientificamente provado, existindo inúmeros trabalhos científicos que asseguram tal ação.

 

 

      Misture uma xícara de aveia com 3 xícaras de água fria, deixe hidratar por duas horas. Bater no liquidificador e está pronto o leite. Basta coar.

 

Pesquisar no site

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade