Será possível que extratos da raiz de uma planta pode ajudar na luta contra a HIV?

        A resposta pode ser positiva, de acordo com cientistas do Centro Helmholtz de Munique (Alemanha), um instituto conhecido por descobrir terapias inovadoras para doenças comuns e mortais. A pesquisa revelou que extratos da raiz do gerânio parecem inativar o vírus HIV-1. Desligar o vírus HIV-1 impede as células saudáveis de contrair a infecção e impossibilita a propagação do vírus. Pesquisadores têm andado diligentemente à procura de uma cura, há mais de 3 décadas. Algum progresso tem sido feito no sentido de gerir os sintomas e prolongar a vida das vítimas do HIV, mas a cura não foi encontrada. 

         Os autores do estudo concluíram: “Com base nos dados e um perfil de segurança excelente, propomos que o extrato de gerânio representa um candidato principal para o desenvolvimento de um medicamento herbal cientificamente validado para terapia anti-HIV-1, com um modo de ação diferente, mas complementar das atuais drogas de molécula única.

O próximo passo é efectuar testes em indivíduos infectados por HIV-1 para determinar a eficácia do extracto de gerânio na supressão do HIV-1.

Proveniente da planta Pelargonium sidoides, o extrato de gerânio contém proantocianidinas potentes, nutrientes curativos que são antioxidantes, antivirais, antibacterianos e anti-inflamatórios.

 

Pesquisar no site

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade