A romã goza de alta posição e conta com muitas centenas de estudos, mas poucas pessoas sabem o quão ampla e vasta é a gama de benefícios para a saúde que esta "super fruta" realmente possui. Esta  fruta é capaz de atingir muitas das causas das doenças e, às vezes, de melhorá-las. As pesquisas abrange toda a gama de potentes propriedades medicinais da romã: da luta contra infecções virais e bacterianas graves, para reduzir o estresse oxidativo, de induzir morte celular programada em uma variedade de células cancerosas e para proteger a pele do fotoenvelhecimento.

 

O valor da romã na doença cardiovascular é bastante amplo, como evidenciado pelas seguintes propriedades confirmadas experimentalmente:

Anti-inflamatório: Como muitas doenças crônicas degenerativas, a inflamação desempenha um papel significativo na patogênese da doença cardiovascular. Existem cinco estudos indicando propriedades anti-inflamatórias da romã.

Redução da Pressão Arterial: O suco de romã tem propriedades naturais inibidoras da enzima conversora da angiotensina, e é um potenciador do óxido nítrico, dois caminhos bem conhecidos para reduzir a pressão arterial. Finalmente, o extrato de romã rico em punicalagina foi eficaz para reduzir os efeitos adversos do estresse perturbado nos segmentos arteriais expostos ao fluxo perturbado.

Anti-Infecção: O acúmulo de placas nas artérias envolve frequentemente infecções virais e bacterianas secundárias, incluindo hepatite C e Chlamydia pneumoniae.  A romã tem uma ampla gama de propriedades antibacterianas e antivirais.

Antioxidante: Uma das maneiras pelas quais os lipídios do sangue tornam-se promovem doenças cardíacas (aterogênicas) é através da oxidação. LDL, por exemplo, pode ser tecnicamente "elevado", mas inofensivo, desde que não se oxida facilmente.

A romã pode reduziro estresse oxidativo no sangue, medido pelos níveis de paraoxonase sérica. Um estudo em ratinhos descobriu que esta diminuição do estresse oxidativo estava associada a uma redução de 44% no tamanho das lesões ateroscleróticas.

 

O consumo de suco de romã tem potenciais efeitos anti-inflamatórios e cardioprotetores.

Pubmed 27476699 Publicado 31 / 07/ 2016   Estudo Humano

 

Essa meta-análise sugere benefícios consistentes do consumo de suco de romã na pressão sanguínea.

Pubmed  27888156 Publicado 22 /11 / 2016   Estudo de Meta Análise

 

O consumo de romã diminui o estresse oxidativo sérico e reduz a atividade da doença em pacientes com artrite reumatóide ativa.

Pubmed 21910371 Publicado 01 / 08 / 2011   Estudo Humano

 

O suco teve efeitos favoráveis em certos marcadores de inflamação subclínica em pacientes diabéticos.

Pubmed 27279834 Publicado 31 /10/ 2015   Estudo Humano

 

Obs: há mais estudos como estes acima relacionados, mostrando a eficácia do suco, da casca, da semente da Romã na prevenção e no tratamento de diversas doenças e já estão disponíveis apenas para os alunos do curso de Fitoterapia online e dos colaboradores financeiros do site tiaxica.com
 

Ao clicar nos números grifados você será direcionado ao resumo da publicação científica.

 

 

 

Pesquisar no site

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade