Semente de cominho preto é melhor do que remédio químico?

A semente de cominho preto têm sido utilizada no Oriente Médio há milhares de anos, e é fácil ver por que a semente e o óleo estão ganhando popularidade nos países ocidentais também.

     Pesquisadores da Arábia Saudita recentemente revisaram a pesquisa científica sobre os benefícios do uso de sementes pretas. Eles discutiram o poder de cura milagrosa de Nigella sativa e sua posição de destaque entre os medicamentos fitoterápicos. Sua alta classificação é baseada em evidências científicas. As propriedades terapêuticas desta planta estão ligadas a timoquinona, que é o principal componente bioativo do óleo contido na semente de cominho preto.

 

O cominho é um imunomodulador potente e pode recuperar a imunidade de indivíduos imuno comprometidos.

Pubmed 20156427 Publicado 12/02/2010 Estudo Animal

 

Cominho evita a glicação da lente diabética, retardando cataratas no modelo experimental de rato.

Pubmed 18789666 Publicado 10/09/2008 Estudo Animal

 

O cominho é um imunomodulador potente e pode recuperar a imunidade de indivíduos imuno comprometidos.

Pubmed 20156427 Publicado 12/02/2010 Estudo Animal

 

Cominho evita a glicação da lente diabética, retardando cataratas no modelo experimental de rato.

Pubmed 18789666 Publicado 10/09/2008 Estudo Animal

 

O óleo essencial de cominho exibe atividade anti-Klebsiella.

Pubmed 20548937 Publicado 01/01/2010 Estudo In Vitro

 

O cominho tem uma ampla gama de atividade antimicrobiana.

Pubmed 20922990 Publicado 01/09/2010 Estudo In Vitro

 

O cominho tem atividade antioxidante, antifúngica e antivibrio.

Pubmed 20488223 Publicado 01/ 08/ 2010 Estudo In Vitro

 

Obs: há mais estudos como estes acima relacionados, mostrando a eficácia do cominho na prevenção e no tratamento de diversas doenças e já estão disponíveis apenas para os alunos do curso de Fitoterapia online e dos colaboradores financeiros do site tiaxica.com
 

Ao clicar nos números grifados você será direcionado ao resumo da publicação científica.

 

       A semente preta de cominho têm sido empregada por milhares de anos como um tempero e conservante de alimentos. Constituintes do óleo de semente preta mostraram potenciais propriedades medicinais na medicina tradicional. A investigação científica fornece evidências claras de que tanto o óleo e seus ingredientes ativos, tais como thymoquinone, possuem efeitos antioxidantes. Isto é conseguido através do aumento do sistema eliminador de oxidante, que tem um efeito desintoxicante.

     O timoquinona têm efeitos anti-inflamatórios potentes em vários modelos experimentais de inflamação. Estes incluem: encefalomielite (inflamação do cérebro e da medula espinal após a infecção) colite (inflamação do cólon), peritonite (inflamação da membrana que reveste o interior do abdômen e todos os órgãos internos), edema (inchaço dos tecidos como resultado da excesso de fluido acumulado) e artrite. 

 

       A semente de cominho preto e o seu óleo têm sido amplamente utilizados para a redução da pressão arterial, limpar e tonificar o fígado, reduzir a retenção de líquidos, contribuir para uma digestão saudável, o tratamento da diarreia, reduzir a dor e tratar doenças de pele. Os estudos confirmaram inúmeros benefícios farmacológicos. Estas sementes têm propriedades antidiabética e anticancer.

      Elas podem ser usadas ​​para regular o sistema imunitário, redução da dor, matar microorganismos, a reduzir a inflamação, inibir a atividade espasmódica, e abrir as pequenas passagens de ar nos pulmões. Óleo de semente preta protege o fígado, os rins, o sistema digestivo e o estômago. É um potente antioxidante. 

 

   Óleo de semente de preto e alguns dos seus ingredientes ativos mostrou uma habilidade benéfico para regular o sistema imunológico. É suportado por células T e células assassinas naturais. Mais importante ainda, tanto o óleo de semente preta e seus ingredientes ativos expressaram propriedades antimicrobianas e antitumorais em diferentes micróbios e cânceres.

 

 

   Muitas doenças envolvem inflamação, por exemplo, a fibrose cística, alergias e o câncer. Os radicais livres produzidos durante a inflamação pode induzir mutações genéticas e modificações de proteínas relacionadas ao câncer. Este estudo investigou a atividade anti-inflamatória e anti-oxidante de sementes pretas utilizados com inflamação aguda. Utilizou-se um modelo animal.

     Eles induziram uma forte resposta inflamatória e, em seguida, mediram os diferentes efeitos para o grupo que foram tratados com óleo da semente preta e aqueles que não foram tratados. Eles concluíram que as sementes pretas tiveram efeitos terapêuticos e antioxidantes. A semente e o óleo tem muitos efeitos farmacológicos, incluindo agentes antibacterianos, antifúngicos, antitumor, atividade analgésica e antipirética.

 

Sementes são úteis para o tratamento da obesidade

   Dado o interesse crescente do uso de alimentos funcionais e nutracêuticos, bem como o aumento da obesidade e doenças crônicas em todo o mundo, mais investigação sobre os efeitos terapêuticos e preventivos de cominho preto será benéfico.

   A obesidade está intimamente associada com um aumento da incidência de doenças cardiovasculares, o câncer, a resistência à insulina e disfunção imunológica. Assim, a estratégia de mitigação da obesidade deve levar em conta essas patologias secundárias, além de promover a perda de peso. Estudos recentes indicam que o cominho preto (Nigella sativa) tem propriedades imunomoduladores cardioprotetora, anticâncer, antidiabético e antioxidante.

   Os pesquisadores identificaram a obesidade como sendo o problema de saúde mais comum que afeta todos os grupos etários. Isso leva a doença cardíaca crônica, diabetes mellitus tipo 2 e acidente vascular cerebral. Os pesquisadores revisaram os resumos de 33 artigos científicos relacionados à obesidade, fitoterapia e medicina tradicional. Eles descobriram que as sementes preto, chá verde e chá preto chinês teve efeitos antiobesidade. 

 

São úteis para ressecamento nasal

    Pesquisadores turcos experimentaram em pacientes geriátricos que tiveram ressecamento nasal e sintomas nasais. Foram comparados os efeitos da utilização de óleo de semente preta nas passagens nasais do nariz com a utilização de uma solução de água salgada. Os investigadores descobriram que a secura nasal, obstrução e formação de crostas melhorou significativamente com o uso de óleo de semente de preto em comparação com o tratamento de água salgada. Os pesquisadores concluíram que o óleo de semente preta é uma alternativa melhor para tratar os sintomas das mucosas nasais devido ao envelhecimento.

 

Pesquisar no site

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade

Ervas Medicinais Fonte de Saúde e Longevidade